O que você precisa fazer para receber o Espírito Santo?


Por Maiara Máximo / Fotos: Cedidas

“Logo no nascimento fui rejeitada pelo meu pai. Ele achou que viria um menino e não mais uma menina. Aos 8 anos, fui abusada sexualmente e, ao contar para a minha mãe, ela não acreditou. Naquele momento me senti traída, pois quem deveria me proteger estava me fazendo mal. Então, fui morar nas ruas e comecei a me envolver com tudo que não prestava. Fazia uso de drogas como maconha e crack. Aos 13 anos, conheci um homem que tinha idade para ser meu pai. Engravidei da minha primeira filha e logo depois estava esperando a segunda”, relata a cabeleireira Mônica da Silva de Medeiros, de 44 anos (foto abaixo).

Todo o sofrimento e a dor da rejeição tornaram Mônica uma mulher cheia de mágoas. Esse sentimento piorou depois que nasceu sua segunda filha. Em razão da pouca idade e da situação de ter de morar nas ruas, suas filhas foram levadas para adoção. Desesperada, a cabeleireira pediu ajuda à mãe, a dona de casa Edna Aparecida Ferreira, de 59 anos, para recuperar a guarda das meninas. “Por causa das minhas condições e das dela, minha mãe não quis me ajudar, o que fez com que meu ódio por ela só aumentasse. Depois disso eu passei a planejar a morte dos meus pais.”

Pouco tempo depois dela ameaçar a família de morte, a casa da mãe, Edna, foi furtada. Isso fez com que a mãe e a irmã de Mônica pensassem que ela havia cometido o delito. Chamaram a polícia e denunciaram a jovem que, em seguida, foi presa. Após dois anos e meio de reclusão, quando estava sozinha em uma cela, Mônica ligou a TV e começou a assistir a um programa da Universal. Na ocasião, o Bispo Clodomir Santos dizia: “você que está pensando em mudar de canal, não mude, pois Deus quer falar com você”. Em seguida, ele fez uma oração.

Transformação
Mônica se recorda que aquela palavra a fez refletir. “Eu abracei aquela oração como se fosse a minha última saída. Pedi para Deus me ajudar a perdoar quem tinha me feito mal, pois não queria mais viver daquele jeito. Ali nasceu a certeza de mudança de vida e depois de poucos dias recebi a liberdade.”

Logo que saiu do presídio, ela foi diretamente para a Igreja com o desejo de se batizar nas águas. Então, o pastor a orientou para que ela pedisse perdão à sua mãe. “Eu já tinha perdoado minha mãe, mas o pastor me disse que para receber o Espírito Santo eu precisava liberar esse perdão.”

Quando Mônica procurou a mãe, elas se reconciliaram. Naquele momento, a vida da cabeleireira começou realmente a mudar e ela passou a ter certeza de que o Espírito Santo estava com ela. Hoje, mãe e filha servem a Deus juntas. Além disso, depois de 20 anos, Mônica reencontrou as duas filhas.

Recentemente, durante uma reunião no Templo de Salomão, no bairro do Brás, em São Paulo, o Bispo Edir Macedo falou das renúncias que devem ser feitas para que se conquiste o Espírito Santo, como fez Mônica quando enfrentou seu próprio orgulho e conseguiu perdoar. “O Espírito dEle está pronto para descer sobre você, mas antes tem de haver limpeza e você tem que nascer de novo.” Ele salientou, no entanto, que esse processo começa com a entrega da vida da pessoa a Deus, que será trocada pela vida do Senhor Jesus. “Isso requer sacrifício, é tudo por tudo: tudo o que você é, tem, pretende ser e ter. Deve fazer dEle seu primeiro amor.”

A entrega
As pessoas precisam entender que para conquistar o Espírito Santo é necessário se entregar completamente a Ele. Mônica entregou seu corpo, negando suas vontades e desejos carnais; entregou sua alma, lutando contra as emoções e os sentimentos; e entregou o seu espírito, deixando de lado seus sonhos, o seu passado e o seu futuro. Ela se colocou diante de Deus sem que nada pudesse acusá-la e decidiu fazer exclusivamente a vontade dEle.

Infelizmente, muitas pessoas dizem que se entregaram para Deus, mas não mudaram interiormente. Apenas demonstram, aparentemente, que o exterior está restaurado. Essas pessoas ainda possuem reservas em seu interior diante das ilusões do mundo, mas é possível mudar. Para saber como receber o Espírito Santo, que é o Único capaz de mudar sua vida totalmente, procure informações em uma Universal próxima de você e, assim como fez Mônica, reescreva sua história.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O que você precisa fazer para receber o Espírito Santo?

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games