Jovens sofrem com a compulsão etílica

A bebedeira ocasional acontece quando o jovem bebe muito em um intervalo pequeno de tempo. O comportamento também ocasiona dependência. Entenda por quê


Por Michele Roza / Fotos: Cedidas e Fotolia

O alcoolismo é um vício que afeta a capacidade intelectual, a memória e destrói a vida social e afetiva do dependente. Além disso, o consumo excessivo de álcool é letal e foi responsável pela morte de mais de 3 milhões de pessoas em 2016, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). A substância ainda é a causa de mais de 5% de todas as doenças no mundo. A OMS também indica que o consumo excessivo de álcool afeta pessoas de várias faixas de idade e cerca de 27% dos jovens com idade entre 15 e 19 anos em todo o mundo fazem parte desta estatística.

Muitos afirmam que não são dependentes, mas, na verdade, estão apenas mascarando o binge drinking (que em tradução livre para o português significa bebedeira), um tipo de comportamento muito prejudicial.

O termo é usado para caracterizar o jovem que está sofrendo de compulsão etílica ocasional e bebendo muito álcool em um intervalo pequeno de tempo em festas ou nos finais de semana. Essa atitude pode causar sequelas permanentes na memória, por exemplo, já que essa fase da vida é crucial para o desenvolvimento dos circuitos cerebrais, e aumentar a propensão ao vício.

Afetado pelo álcool
Foi o que aconteceu com o jovem Hudson. Ele fez parte do índice apontado pela OMS e esteve entre os jovens afetados pelo consumo excessivo de álcool. Ele começou muito cedo a viver no mundo dos vícios, principalmente do álcool e tabaco, frequentava festas e bebia excessivamente. Tentava parar, mas voltava ao consumo cada vez com mais vontade. Também usou outras drogas. Foi se tornando uma pessoa agressiva e esbanjadora. Chegou a gastar cerca de R$ 36 mil em apenas dois meses para sustentar seus vícios. Permaneceu 15 anos nessa vida até conhecer o Tratamento para a Cura dos Vícios na Universal. Logo que começou a frequentar as reuniões, não sentiu mais vontade de beber nem de usar outras drogas. “Não tenho mais dependência, abri minha empresa e estou prosperando. Não paguei nada nesse tratamento para ser curado.”

Tratamento para a Cura dos Vícios
Dependentes químicos e seus familiares no mundo todo buscam tratamentos, mas nem sempre eles se mostram eficazes. Em vez disso, o número de consumidores dessas substâncias só aumenta. Por isso, milhares têm encontrado ajuda no Tratamento para a Cura dos Vícios – sem internações, sem medicamentos e sem custos.

Com o uso da fé, o Tratamento vem mostrando resultado na vida dos que querem se libertar dos vícios. Se você não aceita mais seu sofrimento, o de um familiar ou o de um amigo, procure uma Universal mais próxima e se informe sobre os locais do Tratamento. Para saber mais, acesse o site e entre em contato diretamente com a equipe do Tratamento.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Jovens sofrem com a compulsão etílica

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games