Pais que terceirizam educação de filhos criam geração de jovens sem equilíbrio

Famílias precisam ensinar limites e moldar caráter das crianças


Por Unicom / Fotos: Cedidas

Uma pesquisa divulgada em 2014 pelo movimento Todos Pela Educação, mostrou que apenas 12% dos pais são comprometidos com a vida escolar das crianças. Este e outros dados são apresentados na palestra “Educação por Procuração”, desenvolvida pelo Projeto Escola de Mães. O evento será realizado em todo o Brasil e outros países, até o final do mês de outubro. O objetivo é alertar os pais para os riscos de delegar exageradamente a educação dos filhos.

É cada vez mais comum os pais transferirem para terceiros a tarefa de educar, cuidar e se responsabilizar por seus filhos. Pressionados e sem tempo, é mais cômodo entregarem a responsabilidade à escola – que fica sobrecarregada diante de crianças que chegam sem ter recebido noções de limites da família.

Para a Néia Dutra, coordenadora do Projeto Escola de Mães, o papel da escola, através de seus professores, é transmitir o conhecimento técnico e científico, criar métodos para facilitar a aprendizagem e promover socialização. Mas o processo de moldar o caráter, ensinar valores, desenvolver pensamentos sobre questões do dia a dia, são tarefas dos pais.

Pais e filhos têm recorrido a profissionais como psicólogos, psiquiatras e educadores, na procura de respostas e conselhos sobre o que fazer com seus filhos, quando apresentam comportamento socialmente inadequado e dificuldades de relacionamento interpessoal.

Segundo Heloisa Szymanshi professora da PUC-SP, demonstrar interesse e acompanhar a vida escolar dos filhos pode contribuir não só para melhorar o desempenho escolar deles, mas também seu desenvolvimento pessoal e social. “Quando a criança percebe que seus pais estão em uma aliança com a escola, ela se sente muito mais protegida”, afirma a professora.

A primeira palestra “Educação por Procuração” foi realizada no dia 30 de setembro, em São Paulo, Curitiba, Bahia, Ceará, Rio de Janeiro, Alagoas, Belo Horizonte e Brasília.

Saiba mais sobre o Projeto Escola de Mães

O programa social teve início em 2012 e atua em todo o País com o objetivo de valorizar e prestar assistência aos pais que desejam superar as dificuldades de criar filhos com os desafios que as famílias precisam enfrentar no século 21, como as novas tecnologias que expõem os jovens a riscos sociais intensos.

As atividades englobam palestras e orientações individuais, nas quais os pais recebem o suporte para educar e manter uma relação cotidiana saudável com os seus filhos, sempre com base nos valores da família.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pais que terceirizam educação de filhos criam geração de jovens sem equilíbrio

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

[recaptcha]

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games