A cabeça do homem x A cabeça da mulher

Como as diferenças podem ser favoráveis para o casal?


Por Eduardo Prestes / Ilustração: Eder Santos

Imagine a seguinte situação: a mulher pede ao marido que compre um bolo de chocolate. Como o sabor estava em falta, ele leva de outro. Ele entendeu que a esposa queria um bolo e, na falta do tipo que foi pedido, pegou o que estava disponível. Entretanto sua decisão pode gerar um conflito com a esposa. Talvez o homem só tenha tentado resolver a questão de maneira prática, mas, na opinião da mulher, o marido não prestou atenção ao pedido dela ou não valorizou o que ela disse.

Quando a esposa conta o episódio às amigas, elas também não entendem como o homem pôde agir daquela forma grosseira. Por outro lado, se o homem relata aos amigos o mesmo incidente, eles logo tomam partido dele. Mas quem está certo? Por enquanto, essa resposta não importa.

Duas opiniões
Antes de tirar sua conclusão, vamos entender como é a cabeça do homem e como é a da mulher. A ideia é ver o que o homem pode fazer para não cair em algumas armadilhas que decorrem das diferenças no modo de pensar dos dois.

Imagine que a cabeça do homem é formada por um número infinito de caixas e cada uma delas serve para um tema específico: os filhos, a casa, o relacionamento, o futebol e assim por diante. Cada vez que há uma conversa entre homem e mulher, por exemplo, é como se ele abrisse a caixa correspondente àquele determinado assunto.

Ele dificilmente abrirá duas caixas ao mesmo tempo: se o papo é finanças, vai falar tudo sobre isso; se a conversa é sobre os filhos, fecha a caixa anterior e abre a que corresponde a esse assunto.

A caixa do nada
O homem também tem a “caixa do nada”, à qual dedica grande parte do seu tempo. Essa caixa é aberta quando ele está pescando, jogando videogame ou com a TV ligada, mudando os canais incessantemente. Nessa hora, se a esposa lhe pergunta o que está assistindo, ele logo responde: “nada”. Para o homem, é necessário passar um período nessa caixa para depois tocar sua vida. Fica a dica para as leitoras que se interessaram pelo assunto.

Fios misturados
Em contrapartida, a cabeça da mulher (agora, o recado vai para os homens) é bem diferente. Ela nunca para de pensar e não guarda os assuntos em caixas. Eles estão todos misturados, como se fossem um emaranhado de fios de diversas cores. Alguns estão desencapados, encostando uns nos outros. O fio responsável pelo dinheiro está ligado com o das amigas, que está conectado ao do almoço, que está ligado ao dos filhos e assim por diante.

Sem conflito
A mulher entende isso perfeitamente, já o homem não entendia até agora. Consciente das diferenças entre eles, a partir dessa leitura, com certeza, vai agir de forma diferente quando a esposa falar com ele. Afinal, tudo o que ela quer, na verdade, é ser ouvida.

Ele nem precisa responder nada. Basta apenas prestar atenção ao que ela está dizendo, principalmente nos detalhes que fazem toda a diferença, assim como na história do bolo de chocolate. Entendeu?

Primeira atitude
E por que o homem tem que tomar a primeira iniciativa para tentar impedir a discórdia? Porque se ele quer ser o líder de sua família precisa agir para que essas situações não causem problemas ao seu relacionamento. Ele será o primeiro a conversar com a mulher e falar que, às vezes, precisa estar em sua caixa do nada, mas que também estará sempre disposto a ouvi-la quando necessário. Ele terá a humildade de explicar à esposa que um assunto de cada vez pode ajudar no diálogo entre os dois e que, por mais que existam diferenças entre eles, eles jamais poderão deixar de conversar, pois a relação deles depende disso.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A cabeça do homem x A cabeça da mulher

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games