Enxaqueca afeta a vida de 300 milhões de pessoas no planeta

Para a medicina, problema ainda não tem cura. Veja a história de quem, pela fé, alcançou o milagre


Por Rafaella Rizzo / Fotos: iStock - Cedida

Forte dor de cabeça, sensibilidade à luz, ao barulho e enjoos. Esses são alguns dos sintomas dos vários tipos de enxaqueca existentes. O problema é muito comum e pode restringir atividades comuns do dia a dia de milhões de pessoas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que as crises associadas a ela são debilitantes e tão graves como a psicose ou demência. No mundo, 300 milhões de pessoas sofrem com enxaqueca. No Brasil, o número chega a 30 milhões.

Os especialistas acreditam que fatores genéticos e ambientais ajudem a desenvolver a doença que afeta mais as mulheres (cerca de 70% dos casos) e, para a medicina, ainda não tem cura.

A aposentada Joana Dias da Silva (foto abaixo), de 59 anos, já fez parte dessa estatística. Aos 28 anos ela começou a apresentar os sintomas que podiam durar dias e a impediam de fazer tarefas simples.

“Eu sentia dores tão fortes que nenhum remédio era capaz de amenizar. Ficava em um quarto com o mínimo de luz possível, não aguentava a claridade das lâmpadas. Procurei médicos, fiz exames, mas não descobria a causa do problema”, recorda.

Dessa forma, ela não conseguia realizar tarefas de casa, nem ter tempo de lazer com a família. Sua filha, Rafaela Silva, de 21 anos, lembra do sofrimento que a mãe passava. “Eu tinha cerca de 5 anos e não podia fazer barulho para ela não sentir ainda mais dores. Via minha mãe passando mal, vomitando e, mesmo sendo pequena, já a acompanhei muito ao hospital. Não entendia o que estava acontecendo, mas ficava triste em vê-la naquela situação”, conta.

A aposentada conviveu com o problema por 18 anos, até com restrições alimentares. “Para mim, era um problema normal e que eu tinha que me acostumar, não tinha fé para determinar minha cura”, diz.

O milagre só veio quando ela mudou seu pensamento e se revoltou contra a doença. “Comecei a participar de uma corrente com o objetivo de ser curada. Determinava com fé que todas as dores seriam expulsas da minha vida, já não aguentava mais sofrer e orava dizendo para Deus que não aceitaria aquela situação”, afirma.

Sua fé sincera trouxe a resposta e Joana foi livre da terrível enxaqueca. “Nunca mais senti dores, posso comer e fazer de tudo, tenho uma vida tranquila e aproveito meu tempo com a família”, comemora.

Às terças-feiras, em toda a Universal, acontece o Ritual Sagrado para a cura do corpo e da alma. Encontre o endereço do templo mais próximo de sua casa clicando aqui.

Em São Paulo você pode comparecer ao Templo de Salomão, que fica localizado na Avenida Celso Garcia, 605, no Brás, zona leste da capital. Os horários são 10h, 15h e 20h.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Enxaqueca afeta a vida de 300 milhões de pessoas no planeta

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games