O impacto do pecado e o arrependimento

Assumir, confessar e rejeitar o pecado são os três passos para uma mudança verdadeira

Por Por Katherine Rivas / Fotos: Fotolia

O termo pecado é registrado nas Sagradas Escrituras ao menos 800 vezes. Ele revela a inclinação humana pelas obras da carne. É a desobediência voluntária da Palavra de Deus e a submissão ao diabo.

Como nasce o pecado? Todo pecado inicia na nossa mente. Se deixamos ele permanecer será cada vez mais difícil expulsá-lo. É uma semente que se instala no coração e é fortalecida com coisas que agradam aos olhos, pode nascer de um simples conselho de amigo ou parente que nos leva a cometer um grande erro, ou da curiosidade e da cobiça.

Ato involuntário?

No livro Pecado & Arrependimento, o Bispo Edir Macedo compara o pecador com o filho de um pai que luta para criá-lo e educá-lo. Mas, quando esse filho cresce, deixa de honrar o pai para obedecer ao inimigo dele. O que não faz sentido.

Muitas vezes o pecador tenta se justificar afirmando que caiu em tentação, sem querer, ou por puro desconhecimento, o que não é certo, pois não existe pecado involuntário.

A Bíblia cita, em Coríntios 10:13, que ninguém é tentado além do que pode resistir. “Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.”

A transformação

Para se livrar do pecado, é preciso confessar e arrepender-se dele. O arrependimento transforma a vida das pessoas.

Entretanto, é preciso diferenciar o arrependimento do remorso. Quando uma pessoa está arrependida de verdade, ela nunca mais cometerá o mesmo pecado, porém, quando o sentimento é de remorso, ela cometerá o mesmo erro outras vezes. Enquanto o remorso cria um peso na consciência, o arrependimento implica mudanças de caráter.

São três as características do arrependimento: ver o pecado (assumir o próprio erro); confessar o pecado (para que seja cancelado); detestar o pecado.

O Bispo alerta que não basta a confissão dos pecados apenas a Deus. “É simples e fácil cometer pecados e mais pecados e confessá-los a Deus, que, naturalmente, sempre perdoa. O pecado confessado apenas a Deus pode facilitar a cometer outra vez o mesmo pecado e outros mais.”

Para ele, o pecador é perdoado por Deus, mas precisa pedir perdão às pessoas envolvidas, para que o mal não tenha nada com que acusá-lo.

O livro Pecado & Arrependimento pode ser adquirido pelo site arcacenter.com.br

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O impacto do pecado e o arrependimento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games