Mentirosos são descobertos e punidos na Justiça do Trabalho

Entenda por que mentir nunca é a melhor escolha



Por Por Andre Batista / Imagem: Thinkstock

A Justiça do Trabalho não é teatro. E, para que isso esteja bem claro à população, o Poder Judiciário Brasileiro tem punido severamente as pessoas que mentem em processos trabalhistas.

Isso aconteceu, por exemplo, com a testemunha de uma empresa que respondia a processo por demissão ilegal. Sendo membro da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), o empregado não poderia ter perdido o cargo. Para se livrar da punição, a empresa fez acordo com um de seus funcionários para que esse negasse a existência da eleição da Cipa. Ao descobrir a trapaça, o juiz do trabalho substituto Dener Pires de Oliveira, da Vara de Caieiras (SP), multou a testemunha em 5% do valor do processo, o equivalente a R$12.500. Esse dinheiro foi revertido à vítima.

Casos como esse têm acontecido em todo o país. Pessoas mentem para tirar vantagem, mas, aparecendo a verdade, pagam por suas mentiras. E, como afirma a Bíblia, a verdade sempre chega:

Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.

Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado Lucas 12.2:3

Por isso, o escritor Renato Cardoso, criador do Projeto Intellimen, que orienta os homens a melhorarem seu comportamento para transformarem suas vidas, explica que “o problema maior da mentira é que ela tem perna curta, como diz o ditado. Quando você é pego na mentira você é exposto e aquilo destrói o seu caráter diante das pessoas. Ninguém quer se meter com um mentiroso, todo mundo quer distância dele”.

Se você ainda tem alguma dúvida em relação a isso, clique aqui e leia a mensagem completa de Renato Cardoso sobre o assunto.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mentirosos são descobertos e punidos na Justiça do Trabalho

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games