Como trabalhar vendendo doces e bolos

Conheça a história de Alessandra e saiba o que é preciso fazer para montar um negócio nessa área

Por Por Ana Carolina Cury/ Foto: Marcelo Alves e Fotolia

O mercado de trabalho é muito afetado pela crise econômica pela qual o País tem passado. O contingente de desempregados em 2017, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), chegou a 13,23 milhões de pessoas, 12,5% a mais do que em 2016. Em meio a esse cenário, a população vive uma fase de descobertas no que diz respeito à vida profissional.

Novos empreendedores têm surgido nos últimos anos. “Podemos afirmar que o empreendedorismo está vivendo uma fase de descobertas tanto no que se refere a novos negócios quanto de novos empreendedores, que estão surpreendendo a si mesmos pela capacidade de inovar, de criar e de fornecer serviços dos quais antes eram apenas consumidores. O mercado também passou a ver nos pequenos negócios a facilidade de acesso a um tipo de produto e/ou serviço personalizado, de acordo com a sua vontade”, explica Joel Thrinidad, especialista em negócios internacionais e gestão de carreiras.

Passo de fé

Foi em um momento difícil que Alessandra Aparecida Santos, de 39 anos (foto abaixo), hoje confeiteira, tomou a decisão de se tornar empreendedora. “Comecei a trabalhar aos 15 anos. Um tempo depois fui promovida a assistente de marketing. Na época fiz até faculdade na área. Mas, infelizmente, a empresa fez um corte de funcionários no meu departamento e fui demitida. Sem trabalho, passei a fazer alguns doces para vender”, lembra.

Ela já costumava cozinhar bolos e docinhos de festa para a família e gostava muito disso. “Na verdade, a cozinha era a minha paixão. Então, aos 27 anos, decidi mudar o segmento de atuação. Foi muito desafiador, porque não tinha dinheiro para nada. Recordo-me de que no início só tinha condições para comprar chocolates e alguns materiais para fazer trufas.”

À medida que ela vendia as trufas, comprava mais ingredientes e, aos poucos, mesmo sem ter feito cursos, passou a vender bolos sob encomenda. “No começo errei muitas receitas e vendia poucos bolos por mês. Tinha mês que vendia apenas um bolo. Chorava muito, mas estava determinada a melhorar. Busquei cursos na internet e também presenciais e, com apoio e incentivo do meu pai, fui me aprimorando.”

Em meio a tudo isso, ela decidiu participar do Congresso para o Sucesso. “Ouvi na própria Universal a respeito da palestra e não pensei duas vezes. Lembro que ia a pé, por falta de condições financeiras. A cada reunião saía mais confiante de que conseguiria fazer meu negócio dar certo, porque ser autônoma e trabalhar com doces era o meu sonho pessoal e profissional. Não queria desistir”, conta.

Mesmo que pessoas ao redor dissessem que ela estava cometendo uma loucura, Alessandra estava certa do que queria e firme em seu objetivo. “Muitos acharam loucura eu trocar de profissão, mas persisti e, pouco a pouco, fui conquistando mais clientes, até mesmo empresas. Já cheguei a vender mais de 400 quilos de bolo em um mês.”

Hoje, ela é dona da Alê Doces e afirma que cada lágrima valeu a pena. “Estou em fase de crescimento, sempre busco aprender, mas sou muito realizada com o que faço. Meu próximo passo é abrir uma loja física. É claro que empreender não é uma tarefa fácil, é preciso abrir mão de muitas coisas, como da vida social por vezes, mas vale a pena.”

Por que empreender?

Thrinidad ressalta que empreender tem um papel educador. “Isso incentiva as pessoas a pensarem em planejamento, pesquisa e desenvolvimento, levando-as, muitas vezes, de volta às salas de aula, além de influenciar positivamente a economia do País e motivar outras pessoas a deixarem de ser funcionárias e se tornarem donas do próprio negócio.”

Para o especialista, trabalhar com doces, como fez Alessandra, pode ser uma escolha assertiva. “Produtos baseados em sabores, que remetem ao passado, trazem à tona o desejo do consumidor de fazer um resgate gustativo e emocional e os doces têm tudo a ver com isso. Sai o produto industrializado, sem nenhum afeto, e entra aquele feito à mão, muitas vezes com receitas da vovó. Eu acredito que esse apelo emocional, mais simples, mas com um valor pessoal e incomum, seja o fator principal na hora de inovar nesse mercado.”

Para cada área há uma necessidade diferente. Ou seja, se você deseja investir especificamente na área de bolos e doces, precisa seguir alguns passos importantes. “Antes de começar é muito importante ter em mente que você é o único responsável pelos seus êxitos e fracassos. Por isso, é necessário conhecer profundamente o tipo de negócio que está pensando em abrir: o ponto alto do consumo, o momento exato de comprar matéria-prima, conhecer sobre estoque, um pouco de finanças e, principalmente, ficar atento à concorrência”, explica Thrinidad.

Assim, quanto mais você souber a respeito de si mesmo, dos seus sonhos e do planejamento de seus projetos, maiores serão as chances de você se tornar um empreendedor de sucesso. Tudo é uma questão de disciplina e de coragem para enfrentar os desafios.

Passos para investir nesse mercado

– Pesquise bem a área antes de entrar

– Estude. É importante conhecer sobre administração para prever a necessidade de estoque e fluxo de vendas, entre outros fatores. O Sebrae fornece cursos gratuitos para quem está começando a investir no próprio negócio

– Planeje-se. Independentemente de estar investindo um capital pessoal ou proveniente de um empréstimo bancário, por exemplo, é necessário ter um planejamento de gastos

– Busque entrar no mercado com algum diferencial

– Utilize sempre produtos de qualidade

– Procure parceiros

– Crie um logo e um cardápio bem legal. Propaganda ainda é a alma do negócio, então, divulgue-o sempre

– Conte com seu talento e sua disposição

– Participe das palestras do Congresso para o Sucesso, que acontecem todas as segundas-feiras, no Templo de Salomão, ou em uma Universal mais próxima de você.

Vida financeira

Quer aprender a enfrentar as dificuldades do mercado de trabalho e se tornar uma pessoa vencedora? Então, não perca o Congresso Para o Sucesso, que acontece às segundas-feiras, no Templo de Salomão. Para encontrar uma Universal mais próxima de você, acesse www.universal.org/enderecos.

Caso queira adquirir o livro “50 Tons Para o Sucesso”, que contém dicas para a vida profissional e financeira, acesse o Arca Center, clicando aqui.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Como trabalhar vendendo doces e bolos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games