O que o chinês de cabelos congelados pode nos ensinar

Conheça a história de Wang Fuman e entenda porque seu exemplo é tão importante



Por Por Andre Batista / Imagens: Reprodução internet

Se você está presente nas redes sociais (Facebook, Instagram, Whatsapp, Twitter…), é quase certeza que, nos últimos dias, a imagem de uma criança chinesa com cabelos congelados chegou até você. Esse menino é Wang Fuman, de apenas oito anos de idade, e sua fama se deve a algo comovente: ele não mede esforços para aprender.

Wang vive na zona rural de uma pequena cidade chinesa, Zhaotong. Para ir à escola, todos os dias o menino caminha quase cinco quilômetros, percurso que dura, aproximadamente uma hora e meia. A dificuldade é ainda maior quando o inverno chega à região. Nesse período Wang faz sua caminhada enfrentando um frio que chega a nove graus Celsius negativos.

Infelizmente, até poucos dias atrás, quando a imagem viralizou, Wang não possuía roupas adequadas para suportar tamanho frio. Nem sequer luvas o menino possuía (abaixo foto de suas mãos congeladas) e, mesmo assim, nunca faltava à aula. Comovido com a situação do garoto, um professor tirou fotos e enviou para o site The Paper, popular na região.

Desde que a imagem conseguiu fama na internet, Wang ganhou algumas roupas e a escola recebeu equipamento para o aquecimento interno, que não possuía até então. De acordo com o jornal chinês South China Morning Post, o pai de Wang, que trabalha em outra cidade e, por isso, passa meses sem ver o próprio filho (ele mora com a avó e a irmã, pois sua mãe o abandonou), recebeu uma proposta de emprego em Zhaotong.

Perseverança: a base da vitória

“Quem quer faz, quem não quer inventa desculpas.” Wang Fuman é a prova de que o ditado é verdadeiro. O menino sabe que precisa ir para a escola e quer aprender, por isso enfrenta e vence todos os obstáculos que se colocam no caminho. Infelizmente, nem todas as pessoas agem dessa maneira.

Quantas pessoas desistem de seus objetivos, por mais simples que sejam, porque acreditam que não são capazes de alcançá-los? Diante da menor barreira desanimam e aceitam a derrota? Responda sinceramente: no lugar de Wang Fuman, você iria à escola todos os dias?

De acordo com o bispo Renato Cardoso, o desânimo diante de obstáculos é fruto da voz do diabo que ressoa na cabeça do homem. Desistir é se render à vontade do maligno:

“O diabo coloca o pensamento de desistência na cabeça de muitos de vocês, de muitos de nós, fazendo você olhar os contratempos, as coisas difíceis que estão acontecendo. Você deu um passo para frente, dois passos para frente e, de repente, você dá dez passos para trás. Aí o diabo fala: está vendo? Não tem mais jeito, é melhor você desistir logo”.

O homem, porém, não pode dar atenção a essa voz. É preciso seguir em frente, independentemente dos problemas que surjam. Isso vale tanto para objetivos intelectuais (como Wang Fuman querer ir à escola) quanto para objetivos materiais (como conquistar o emprego desejado) ou espirituais (como se manter firme na presença de Deus). “A única garantia que o diabo tem de que vai vencer os que são de Deus é se os que são de Deus desistirem de lutar. Porque, enquanto a gente persevera, enquanto a gente continua caminhando, olhando para frente, seguindo no caminho do nosso alvo, que é a Salvação, principalmente, ele sabe que não pode nos barrar. Ele pode atacar, pode tentar colocar tropeços no caminho, mas não pode nos barrar”, afirma o bispo.

Muitas pessoas deixam de ir à reunião porque está chovendo ou porque está muito sol. Deixam de ler a Bíblia porque chegou cansado à noite ou porque não têm tempo pela manhã. Inventam pretextos para se afastarem de Deus e acabam acreditando nesses pretextos. Com o tempo, passam a dar razão ao diabo, crendo que são incapazes de perseverar até alcançar as metas estabelecidas.

“Quando a pessoa desiste, ela também desiste de sonhar, ela desiste de fazer planos porque ela começa a viver um dia após o outro somente. E ela entra naquela ideia de que o que será será. Não deixe que isso aconteça com você”, conclui o bispo.

Em reunião realizada no último dia dez de janeiro, no Templo de Salomão, o bispo Renato Cardoso dedicou parte do encontro a explicar a importância da perseverança. Assista à íntegra da reunião no Univer Vídeo e saiba mais sobre o assunto.

ler mais
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O que o chinês de cabelos congelados pode nos ensinar

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games