Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 21 de abril de 2018 - 00:01


Universal recebe condecoração de “Embaixador Humanitário Mundial”

No dia 7 último, o Bispo Edir Macedo e o Pastor Tonny Asongkeng Cresant receberam a condecoração de Embaixador Humanitário Mundial, na capital de Kinshasa, na República Democrática do Congo. Foram entregues medalhas e diplomas em homenagem ao trabalho social realizado no país que alcança, principalmente, a população mais sofrida. Em 2014, igrejas de várias denominações foram perseguidas e algumas fechadas. Depois que as autoridades conheceram o trabalho social da Universal, a Igreja parou de sofrer ameaças e foi homenageada com a condecoração.

A cerimônia aconteceu no Ministério de Relações Exteriores do Congo e reuniu autoridades locais, dentre elas o ministro nacional da Economia, Modeste Bahati Lukwebo e o embaixador do Canadá em Kinshasa, Nicolas Simard.

A condecoração foi entregue pela organização International de la Francophonie (FIFEF) ao Pastor Tonny. O evento acontece todos os anos e presta homenagem às instituições ou aos cidadãos que são exemplo para a sociedade.

O trabalho da Universal

Em 2002, a Universal chegou na República Democrática do Congo e, por meio do trabalho social realizado com a comunidade, os voluntários fazem distribuição de roupas e alimentos nas ruas, prestam assistência às pessoas com doenças mentais e lepra, visitam asilos, presídios, hospitais e fazem doações de sangue.

“Muitas pessoas tinham preconceito com a Universal, mas quando viram o trabalho sério que realizamos entenderam e começaram a apoiar”, explicou o Pastor Tonny.

E ainda completou: “É maravilhoso ver como Deus tem honrado o trabalho da Universal, apesar de todas as dificuldades que encontramos aqui”.

A República Democrática do Congo

Também conhecida como Congo Kinshasa, tem uma população de 78.736.153 habitantes. O país é o terceiro maior em extensão territorial do continente africano e sofre com problemas sociais e guerras civis. Segundo informações do Banco Mundial, a taxa de pobreza é de 63.9%, e a expectativa de vida não passa dos 59 anos.

Dados divulgados pela Organizações das Nações Unidas (ONU) apontaram que 1,7 milhão de pessoas do Congo Kinshasa foram forçadas a sair de suas casas em 2017. No total, o número de pessoas que fugiram foi de 4,21 milhões. A crise ultrapassa os conflitos civis no Iraque, na Síria e no Iêmen.


reportar erro