Rede aleluia
Não se mate!
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 8 de janeiro de 2019 - 00:20


Não se mate!

Não se mate!

Tem sido assombroso o número de suicídios em toda parte do mundo. E por mais que as autoridades governamentais e médicas tentem dirimir esse problema, ele tem crescido e se alastrado, até mesmo no seio cristão.

Os motivos dos que abrigam esse pensamento ou daqueles que registraram suas razões antes de tirarem a própria vida, giram em torno das decepções na vida amorosa, perda de patrimônio ou de entes queridos, dependência química, desemprego, abusos sexuais, mas o de maior incidência é a depressão.

Há uma multidão de pessoas deprimidas, solitárias e tristes no interior de suas residências a gritar por socorro. Gente que chora todos os dias, porque já não consegue mais ver saída para a dor que consome sua alma.

A depressão rouba a vontade de viver e torna a vida completamente sem sentido. Isto ocorre de maneira que a família, a profissão, o dinheiro ou os amigos perdem o significado.

Para o depressivo não importa se o céu está azul, se as árvores estão floridas ou se os filhos necessitam de atenção. Sua falta de ânimo, força e alegria, não lhe permitem enxergar a beleza da vida, a necessidade das pessoas à volta ou as oportunidades de recomeçar e ser feliz novamente.

E, no auge da angústia, vêm as ideias de suicídio. Pensando em pôr um fim na dor da alma, o ser humano ignora que, se cometer tal ato, se colocará para sempre em um sofrimento infinitamente maior: o inferno.

Digo isso porque Deus é o Doador da Vida, e só Ele pode tirá-la. Quem dá fim à sua existência física de forma consciente está se apoderando de um direito que pertence somente ao Criador. É por isso que no Decálogo está escrito: “Não matarás.” Esse Mandamento vale tanto para os homicidas, quanto para aqueles que matam a si mesmos.

Mas, não estou aqui para dizer apenas que é pecado se suicidar, e sim para mostrar que existe cura para sua dor, seja ela qual for. Afinal, Jesus disse: “TUDO é possível ao que crê” (Mc 9.23). A palavra “TUDO” inclui a restauração completa da sua alma, do seu corpo e da sua vida em todos os sentidos. Logo, aquele que de fato crê nas promessas de Deus, JAMAIS desistirá de viver.

A história de Jó é um exemplo dessa perseverança nas promessas Divinas, pois mesmo depois que ele perdeu todos os seus filhos, seus bens, sua saúde e o seu prestígio na sociedade da época, não aceitou a sugestão da sua mulher de amaldiçoar a Deus e desistir da vida. Em outras palavras, ela queria dizer que era inútil Jó manter a fé em Deus e que sua vida não valia mais a pena. Ele não ouviu este mau conselho, mas muitos ouviram e desistiram de viver.

Mesmo vivendo o mais alto grau de aflição, Jó chamou sua mulher de doida ao dizer aquilo, porque confiava que o socorro Divino o alcançaria.

Então, você que está sendo bombardeado por pensamentos de dar cabo à sua vida, eu sei que, no fundo, você não quer isso! Você quer a solução dos seus problemas e um fim à sua dor, não é mesmo? E a fé pode lhe trazer agora esta solução, basta que você invoque ao SENHOR com todas as suas forças.

Veja seus problemas com as “lentes” da confiança nAquele que nos convida a entregar nossa vida a Ele, e não a destruirmos. Ao agir assim, você prova que crê em Deus, e que sua fé é maior que qualquer sofrimento que bater à sua porta.

Que este texto seja como uma boia, para tirá-lo deste mar de sofrimento. Você pode dar a volta por cima, superar este momento ruim, ser feliz e realizar seus sonhos. Não se mate! Viva e viva para testemunhar a grandeza do Deus que:

Levanta o pobre do pó e do monte de cinzas tira o necessitado. Coloca-os entre príncipes e os faz sentar em lugares de honra. 1 Samuel 2.8


reportar erro