Rede aleluia
Não importa o lugar
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 29 de maio de 2020 - 00:01


Não importa o lugar

Deus não está limitado a um ambiente de emoções...

Não importa o lugar

“Sentir a presença de Deus…”
Muito se conhece essa fala entre os crentes, pois confundem uma sensação momentânea de estar num ambiente com canções que emocionam e fazem chorar, outros até falam “línguas estranhas”, com o batismo do Espírito Santo.

Existem três tipos de pessoas que estão na busca sincera desse batismo e acabam sendo enganadas pelo que sentem ou não naquele ambiente.

1 – As que dizem que queriam morar naquele lugar se pudesse, e até falam: “Sinto uma sensação tão boa…”.
2 – As que ficam tristes e confusas sem saber se receberam, pois não sentiram nada.
3 – As que ainda estão na espera de sentir alguma coisa.

O problema é que, quando a pessoa sai daquele ambiente e volta à rotina diária, vêm as tribulações, provas e tentações.

E então, será que elas estarão preparadas para enfrentar tudo isso, se no lugar de ter recebido o Espírito Santo apenas sentiram ou esperam sentir uma emoção?

E como fazer agora que estamos com a maioria das igrejas fechada, devido à pandemia? Tampouco estão acontecendo aqueles shows gospel, onde normalmente aflora a emoção. Como estarão agora os que sempre querem sentir alguma coisa?

Não tenho dúvidas que, mesmo em ambientes propícios à emoção, existam pessoas sinceras nessa busca, e que realmente foram batizadas com o Espírito Santo. São aquelas que, mesmo em meio às dificuldades, problemas e tentações, têm se mantido no centro da vontade de Deus.

Deus não está limitado a um ambiente de emoções, tampouco faz acepção de pessoas, Ele quer derramar o Seu Santo Espírito sobre os sedentos, não importa quem sejam, o que façam, onde estejam.

Talvez, você seja uma pessoa que se considere não merecer o Espírito Santo, e é verdade. Porém, se age com sinceridade, colocando toda a sua força para conhecer a Deus, vai encontrá-LO.

Então, qual seria o lugar correto?
Você deveria sentir alguma coisa?
Chorar, gritar ou até “falar em línguas” seria a prova de que foi batizado pelo Espírito Santo?

Vejamos o que aconteceu na casa de Cornélio:

“E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios”. Atos 10.44-45

Naquela ocasião, a casa de Cornélio foi o lugar onde o Espírito Santo desceu e batizou a todos os que ouviam a Palavra de Deus pela boca do apóstolo Pedro.

Cornélio era centurião romano, gentio e incircunciso, mas temente a Deus.
Todos os dias fazia oração ao Senhor e era solidário com os pobres.

Não importa quem você é ou o que tenha feito, aproveite essa quarentena para buscar o batismo com o Espírito Santo na sua casa, prisão, hospital etc.
Pela palavra pregada através dos servos de Deus em cada programa que participar, seja pela internet, rádio ou televisão.

Você será possuído pelo Espírito Santo, a exemplo do que aconteceu na casa de Cornélio.


Não importa o lugar
  • Pastor Alexandre 


reportar erro