Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 7 de novembro de 2019 - 00:28


Não é bom que o homem esteja só…

Creio que, quando disse isso, o Senhor estava pensando no que significaria fazer outra criatura para completar a primeira. Apesar de ambos terem sido criados com perfeição, ainda assim, sem a parceria seriam incompletos.

O matrimônio tipifica a aliança do Criador com a criatura. O homem representando o SENHOR e a mulher a Sua Igreja.

Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas UMA só carne. Marcos 10.7,8

Ao assumir uma aliança com Deus, o ser humano e Deus se tornam um só Espírito. Da mesma forma, quando há união do homem com a mulher, os dois se tornam uma só carne.

Portanto, a criatura humana foi feita para assumir dois casamentos: o primeiro, do espírito humano com o Espírito de Deus, resultando UM Espírito com Ele.

O segundo, entre a alma dele com alma dela, resultando uma só carne.

Mas o que se ajunta com o Senhor é UM mesmo espírito. I Coríntios 6.17

De acordo com o Eterno, o casamento é a união mais sagrada na face da Terra porque dá início à Família, que, por sua vez, representa o Casamento com Deus, iniciando assim a Santíssima Família de Deus.

Quer dizer: o casamento do ser humano tem de ser um espelho do casamento com o Deus Altíssimo.

O SENHOR considera os Seus como Marido. Ou seja, Redentor, Provedor e Protetor.

Porque o teu Criador é o teu marido; SENHOR dos Exércitos é o Seu Nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; Ele é chamado o Deus de toda a Terra. Isaías 54.5

O recebimento do Espírito Santo significa o Selo do Casamento com Deus.

Mas esse casamento depende da entrega total da criatura humana.

O Selo de Deus só é possível após a entrega da outra parte com todas as suas forças, de todo o seu entendimento e de toda a sua alma.

Não tem jeito: quem quiser se casar com o Todo-Poderoso tem que se divorciar do mundo. Do contrário, nada feito.


reportar erro