Rede aleluia
Maravilhas da Verdadeira Fé
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 27 de setembro de 2015 - 00:01


Maravilhas da Verdadeira Fé

Maravilhas da Verdadeira Fé

8º Dia do Jejum de Daniel

Ouça o que diz o Espírito aos que creem:

Quem insiste em SENTIR para CRER vai morrer descrendo.
Fé é certeza, é convicção pessoal. Quem tem fé obedece à Palavra de Deus e aguarda.

Não lamenta, não reclama e, sobretudo, não se expõe a qualquer preocupação para com os outros.

Cada vez que pedimos algo a Deus, segundo a Sua vontade, e, ao mesmo tempo, confessamos fracassos, é como se não crêssemos. Pior: como se crêssemos mais na força do Mal do que no Poder de Deus.

A ação da Fé não procura sensibilizar os outros e angariar seus sentimentos de pesar.

O Jejum de Daniel é uma ação de pura fé. Quem se submete a esse Jejum já está manifestando a fé!

Ao invés de esboçar qualquer preocupação ou medo para os outros, por que não fala para Deus? Isso é fé!

Enfrente os maus pensamentos, as dúvidas e os medos com a mesma fé que tem sacrificado neste Jejum.

Duvide das dúvidas!

Quem está sacrificando tem o direito de cobrar de Deus o cumprimento de Suas Promessas. Isso é FÉ!

Será que alguém alcançou alguma coisa de Deus manifestando autocomiseração? Duvido.

Saibam todos: o Jejum de Daniel é apenas o “começo da escavação do poço”.

Se alguém reclamar enquanto cava, nunca achará a Água da Vida!

…o justo viverá pela sua fé. Habacuque 2.4

Quer dizer: os que estão no Jejum, quer aceitem ou não, já estão na Fé. Já começaram a cavar. Afinal de contas, quem começaria a cavar se não cresse que acharia Água?

O Deus Eterno disse:

…o Meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a Minha alma. Hebreus 10.38

Retroceder significa voltar atrás. E as reclamações provam a vontade de desistir. E o diabo gosta. E muito.

Sem mais lamentos, blá-blá-blá ou coisa parecida.

Acostume-se a fazer uso de palavras de FÉ. E, se gosta mesmo de reclamar, lamentar ou se revoltar, que faça-o com o Mesmo que prometeu:

E eis que estou convosco todos os dias Mateus 28.20

* * *

Comentários:

Erika Priscila

Bom dia, bispo!
Estou voltando agora para a Universal, estou aproximadamente há um mês na Igreja. Sempre fui, como o senhor diz, “uma montanha-russa” na fé, ora estou firme e, como onda que quebra na praia, eu simplesmente saio e me afasto.
Porém, desta vez, eu voltei decidida a nunca mais sair. Passei por um processo de libertação complicado, porque creio que fui liberta na última sexta-feira. Bispo, na quinta-feira eu estava em meu quarto orando, havia esvaziado tudo que ainda tinha dentro de mim, entreguei meu futuro, meu passado e meu presente ao Espírito Santo, estava em total comunhão, pedia ao Espírito de Deus que colocasse em minha boca as palavras certas para adorá-lO, eu estava em conexão com o Deus-Pai. Foi quando comecei a me sentir extremamente mal, mãos suadas, frio na barriga, corpo trêmulo, coração palpitando, sensações que, geralmente, temos no processo de libertação. A coisa foi tão intensa que me vi obrigada a fazer uma oração forte no meio da busca, porque achei que iria manifestar em meu quarto.

Tenho andado em total retidão, gasto minha vida no Força Jovem, busco sempre a Deus, leio a Bíblia, faço as correntes de sexta-feira, e sempre digo ao diabo que não há nada que me acuse e me pese a consciência diante de Deus. Se vejo que fiz algo que é ruim para com o Espírito Santo, trato logo de confessar, porque não quero ser acusada de nada no momento em que me puser em Sua presença para adorá-lO!

Bispo, por favor me oriente, como pode em meio a busca eu passar tão mal, a tal ponto de me sentir oprimida e ter esses sintomas? E como reverter isso? Não estou dando mais brecha para o diabo e não aceito que esse Jejum acabe sem algo extraordinário acontecer na minha vida.
Me ajude!!!

* * *

Tamires Salino

Olá, bispo!
Vou compartilhar com todos o meu testemunho glorioso. Estou na Igreja Universal já faz 8 anos, fui levantada a obreira da Casa do Senhor há 7 anos, e posso falar para o senhor que vivi esse tempo todo enganada na minha vida com Deus. Cheguei à Igreja como muitos chegam: derrotada e no fundo do poço. Com apenas 17 anos, tinha acabado de terminar um relacionamento de 1 ano por causa de traições por minha parte e da dele. Cheguei à Igreja vazia e triste, não dava certo com ninguém… Participei das reuniões e fui me limpando de mim mesma, até que comecei a me dar mais na Obra de Deus, fui para o Grupo Jovem e comecei a evangelizar, cuidava da igreja aos sábados na organização da limpeza etc. Entrei para as aulas de candidatos a obreiros e logo fui levantada a obreira, mas tinha um detalhe, bispo: eu não conhecia verdadeiramente a Deus.

Até hoje achava que era batizada com o Espírito Santo, e não era. Bispo, olha o perigo que passei na Obra, eu não tinha mudado de fato e de verdade, estava ali vestida de uniforme mas vazia por dentro. Conheci um rapaz na Igreja que foi levantado a obreiro primeiro do que eu, oramos, casamos e estamos juntos até hoje, mas por causa da correria do dia a dia, esquecemos um pouco de Deus e de Sua Obra. Minha vida tem se tornado uma mentira de lá para cá. Vieram vários Jejuns de Daniel, o primeiro eu fiz certinho, mas os outros fui fazendo de qualquer maneira. Bispo, enfim, era obreira, mas estava longe de Deus. Não tínhamos contato nenhum com Ele, orava e Deus não me respondia, chamava por Ele e nada.

Mas tomei uma decisão de fazer esse Jejum valer a pena, mesmo sabendo que estava mal, fiz um voto com Deus de mudar a minha vida. Entrei com tudo nesse Jejum. Olha, bispo, tem doído demais, mas estou fazendo o que é certo. Na quarta-feira agora tive o meu encontro com Deus, fui selada de verdade com o Espírito Santo, foi algo maravilhoso, sem palavras para explicar. Eu só tenho que agradecer ao senhor por nos ajudar com palavras, orações e por ser um escolhido de Deus, pois se não tivesse esse propósito de fé que é o Jejum de Daniel nas nossas vidas, eu nunca ia saber que estava vazia por dentro. Hoje já começo a ver a minha mudança, quero ganhar almas, cuidar das pessoas, quero que elas tenham o que eu tenho, a alegria, a paz. Hoje posso falar: Ah, que dia! Nos outros Jejuns não levei a sério, mas nesse estou dando a minha vida e recebi a Vida de Jesus Cristo dentro de mim. Bispo, muito obrigada, e que Deus o abençoe muito, sempre.

Leia mais:
– 1º Dia do Jejum de Daniel
– 2º Dia do Jejum de Daniel
– 3º Dia do Jejum de Daniel
– 4º Dia do Jejum de Daniel
– 5º Dia do Jejum de Daniel
– 6º Dia do Jejum de Daniel
– 7º Dia do Jejum de Daniel


reportar erro