Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 9 de dezembro de 2019 - 00:01


Loucuras da Fé

É tudo por tudo. Por isso, a palavra da cruz é loucura!

A Palavra da Cruz – fé associada ao sacrifício – é loucura para os que se perdem. I Coríntios 1.18

Quem, neste mundo perdido, tem disposição para sacrificar a vida por Alguém invisível? Ou por uma nova vida que segue após o sacrifício da vida antiga?

Muitos têm sacrificado patrimônio, dinheiro, carros e jóias em troca de bênçãos maiores. Mas quem quer sacrificar pais, filhos, família e, sobretudo, a própria vida em troca de uma vida cristã, longe do pecado?
Poucos. Pouquíssimos.

A mensagem da fé exige mais sacrifício do que míseros trocados no altar.

Jesus disse claramente:

Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim não é digno de Mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a Mim não é digno de Mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após Mim, não é digno de Mim. Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de Mim, achá-la-á. Mateus 10.37-39

É tudo por tudo. Por isso, a palavra da cruz é loucura.
Foi O Tudo de Deus, Seu Filho, em troca do nosso tudo.

Qual é o nosso tudo? Vida feliz? Prosperidade? Saúde intacta?
Não! Mil vezes, não!

O tudo humano tem sido vidas avessas. Fracassos sentimentais, fracassos familiares, fracassos profissionais, enfim, agonias constantes no corpo, na alma e no espírito. Às vezes, como se não bastasse, até a saúde comprometida, para não dizer, vida a um passo da sepultura.

Sim! Qual é o tudo que nós temos para dar em troca do Tudo de Deus?

A salvação é para os que creem na prática, não na teoria.

A crença cristã prática exige sacrifício, por isso é loucura para os que se perdem.

Deus os abençoe!


  • Bispo Edir Macedo  


reportar erro