Rede aleluia
Duas portas
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Bispo Macedo | 12 de setembro de 2018 - 00:01


Duas portas

Duas portas

Muitos dizem não ter fé para obedecer, porém, têm fé (coragem) para desobedecer. Não têm fé (coragem) para fazer o que é certo, mas têm fé (coragem) para fazer o que é errado.

Conhecendo bem a criatura humana, o Altíssimo, de forma justa e perfeita, tem colocado a bênção ou a maldição nas mãos de cada um. E cada um tem o poder de escolher o bem ou o mal, sem depender de ninguém, justamente para não ter como colocar a culpa de suas mazelas em outros.

Mesmo sendo fruto de um estupro, crescido num lar infernal, ainda assim, na idade adulta, a pessoa tem consciência do que é certo ou errado, justo ou injusto. Nesse caso, ela, e somente ela, pode optar pela bênção ou maldição.

O caminho da bênção é o caminho da justiça, do que é correto, da disciplina e de Deus. É um caminho difícil e penoso porque contraria a maioria deste mundo. O Senhor Jesus ensinou e ordenou:

Entrai pela porta estreita… E porque a porta é estreita, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. Mateus 7.14

Mas o caminho errado é o mais fácil. Não há sacrifícios da vontade pessoal. Dinheiro fácil, vida fácil, tudo é muito fácil. Mas o Senhor também alerta:

… porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela. Mateus 7.13

É muito importante notar, especialmente, duas palavras do Senhor: poucos e muitos. Quer dizer, enquanto poucos escolhem o caminho penoso, o caminho do sacrifício para viver na disciplina da Palavra de Deus (a bênção), muitos não abrem mão das facilidades que o inferno disponibiliza (maldição).

Preste atenção nesta pergunta e responda: Você tem sido corajoso (fé) para obedecer à Palavra de Deus e covarde (medo, dúvida) para seguir desobedecendo aos desejos do coração ou você tem sido covarde (medo, dúvida) para obedecer à Palavra de Deus e corajoso (fé) para seguir os desejos do coração?

Os sinceros sempre acham lugar para o arrependimento e salvação.


reportar erro