Rede aleluia
25 de março: A importância do casal falar a mesma língua
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Terapia do Amor | 23 de Março de 2021 - 18:47


25 de março: A importância do casal falar a mesma língua

Na palestra desta quinta-feira você vai aprender um pouco mais com Noé e sua esposa. Entenda

25 de março: A importância do casal falar a mesma língua

Quem acompanha a novela Gênesis certamente viu o que aconteceu quando Ninrode, descendente de Noé, decidiu reunir o povo para construir a Torre de Babel. Mas, mesmo se não acompanhou essa fase da superprodução, provavelmente, já ouviu falar desse episódio narrado no primeiro livro da Bíblia.

Você deve estar se perguntando: ‘Mas o que essa história pode acrescentar na minha vida amorosa?’. Aparentemente, nada. Entretanto, em se tratando da Palavra de Deus, sempre é possível extrair do contexto um grande aprendizado para as nossas vidas, seja qual for a área.

Neste caso específico, do desfecho dessa história, podemos tirar uma grande lição para o nosso relacionamento.

A Bíblia relata que Deus, vendo a intenção daquele povo, tratou de confundir a língua de todos (naquela época só existia uma língua em toda a Terra). Assim, a partir daquele momento, ninguém mais se entendia. E, por fim, todos se espalharam, tornando impossível a continuidade daquela obra.

Ou seja, onde não se fala a mesma língua, não pode haver união. Então, na palestra desta quinta-feira (25), você vai entender como isso interfere na vida dos casais e das famílias nos dias de hoje.

Portanto, fique atento aos horários das palestras da Terapia do Amor para não perder.

Lembrando que, devido às novas restrições estabelecidas no estado de São Paulo, os cultos presenciais estão suspensos de 15 a 30 de março.

Porém, todas as reuniões da Terapia do Amor serão transmitidas, ao vivo, direto do Templo de Salomão, em seus respectivos horários – às 10h, 15h e 20h.

Você poderá assistir pelas redes sociais (InstagramFacebook e Youtube), pelo Univer Vídeo, pela programação TV Templo, e pelos canais CNT e 21. Além de acompanhar pela Rede Aleluia (99,5 FM).


25 de março: A importância do casal falar a mesma língua
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro