Rede aleluia
22 de julho: Como superar o desequilíbrio emocional
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Terapia do Amor | 20 de Julho de 2021 - 15:02


22 de julho: Como superar o desequilíbrio emocional

Se suas emoções e o seu temperamento têm sido os responsáveis pelo caos na sua vida amorosa, vamos lhe ajudar

22 de julho: Como superar o desequilíbrio emocional

A Terapia do Amor desta quinta-feira (22 de julho) será especialmente para você que reconhece que seu temperamento explosivo tem sido o responsável pelo caos que se instalou na sua vida amorosa.

Você é aquela pessoa cujas emoções oscilam entre esses dois extremos: ora é extremamente carinhoso (a), atencioso (a) e romântico (a) com a pessoa amada, ora extremamente explosivo (a) e até agressivo (a). E, normalmente, quando se dá conta de que passou dos limites o estrago emocional e psicológico no (a) parceiro (a) já foi feito.

Então, vem o sentimento de culpa, o remorso e  a vergonha. Você é até humilde suficiente para pedir desculpas, mas não demora muito e o ciclo se repete. Tudo isso tem desgastado profundamente o seu relacionamento a ponto de vocês pensarem que a única solução é a separação. Porém, saiba que existe outro caminho. E nós vamos ensiná-lo qual é, nesta quinta-feira.

Montanha-russa de emoções

Portanto, se a sua vida amorosa tem sido uma montanha-russa de sentimentos com os seguintes problemas:

– Vivem entre idas e vindas, brigas e reconciliações;

–  Reconhece que é uma pessoa possessiva, que tem um ciúme doentio e é excessivamente emotiva;

–  No seu relacionamento não há diálogo, todas as tentativas sempre acabam em discussões e agressões físicas e verbais;

– Você se considera dependente emocional da pessoa amada, a ponto de pensar em matar ou morrer, caso haja uma separação; ou costuma fazer chantagem emocional para obter a atenção da pessoa amada.

Então, você precisa urgentemente de ajuda. E a Terapia do Amor, existe para esse fim. Ajudá-lo (a) a encontrar a cura interior, se livrar dessa carência afetiva que tem destruído seu relacionamento e, finalmente, encontrar o equilíbrio emocional necessário para ser uma pessoa feliz e realizada, primeiramente sozinho (a), depois ao lado da pessoa amada.

Palestra

A Terapia do Amor acontece todas às quintas-feiras, no Templo de Salomão, às 10h, às 15 e às 20h. Para saber o horário e endereço em outras localidades clique aqui.

E se você precisa de aconselhamento, a partir das 18h, toda a equipe de pastores e suas respectivas esposas estarão no hall do Templo de Salomão atendendo a todos que precisam de uma direção para o relacionamento.

A reunião das 20h, especialmente, será transmitida ao vivo, direto do Templo de Salomão, pelo Univer Vídeo.


22 de julho: Como superar o desequilíbrio emocional
  • Jeane Vidal / Foto: Istock 


reportar erro