Rede aleluia
SEGREDOS DA FÉ QUE JESUS ELOGIOU: COMPARE COM A SUA
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 11 de Maio de 2021 - 08:58


SEGREDOS DA FÉ QUE JESUS ELOGIOU: COMPARE COM A SUA

Quando Jesus entrou em Cafarnaum, cidade de Israel, havia um centurião, um soldado romano responsável por outros 100 soldados. Ele era uma pessoa importante no Exército romano e não era judeu. Havia um servo muito estimado por ele que estava doente. Quando ouviu falar de Jesus, o centurião pediu que os anciãos dos judeus O chamassem para curar o servo.

Roma estava tomando conta de Israel, que era uma colônia do Império Romano. Os soldados estavam ali para vigiar, tirar as taxas e os impostos dos judeus, mas o centurião amava a nação de Israel. “E foi Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou-lhe o centurião uns amigos, dizendo-lhe: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres debaixo do meu telhado. E por isso nem ainda me julguei digno de ir ter contigo; dize, porém, uma palavra, e o meu criado sarará. Porque também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados sob o meu poder, e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu servo: faze isto, e ele o faz. (Lucas 7.6-8).

O centurião sabia o poder da autoridade e, por isso, estava se colocando debaixo da autoridade do Senhor Jesus. Ele disse: eu não preciso que o Senhor venha na minha casa. Eu só preciso que dê a ordem. Veja a fé do centurião! É o que a gente chama de Fé inteligente. Não houve oração nem nenhum ritual religioso. Houve apenas a manifestação da Fé. “E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.” (Lucas 7.9). O centurião era um homem bom, isso chamou a atenção de Deus e o destacou diante dos outros centuriões, mas foi a Fé dele que fez com que o seu servo fosse curado. O que isso significa nos dias de hoje? É importante ter atitudes corretas, mesmo quando todo mundo faz coisas erradas. Isso tem valor diante de Deus, mas não se esqueça de que você precisa agir a sua Fé. Não fique baseando a sua Fé em religiosidade. O centurião mostrou temor pela Palavra do Senhor Jesus. Ele se fez servo e fez de Jesus o seu Senhor e Comandante. Você tem feito isso ou Deus tem falado e você tem dado de ombros?


reportar erro