Rede aleluia
QUANDO O AVIÃO COMEÇA A CAIR, ATÉ O ATEU GRITA “MEU DEUS!”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 20 de Abril de 2021 - 17:17


QUANDO O AVIÃO COMEÇA A CAIR, ATÉ O ATEU GRITA “MEU DEUS!”

Quando o avião começa a cair até o ateu grita “meu Deus”. Quero dizer com isso que a necessidade é a mãe da invenção e da fé. Ela provoca a fé nas pessoas porque quando estamos contra a parede e com a faca no pescoço temos que encontrar uma saída. Atualmente, a situação está caótica e preocupante. As pessoas não conseguem trabalho. Quem quer trabalhar, não pode. Quem quer dar emprego, não pode. Quem quer abrir as portas, não pode. A renda das pessoas está secando e o governo tenta resolver a situação da pandemia. Você, que está aí pensando o que vai fazer da vida, em vez de se desesperar, aproveite as circunstâncias difíceis para estimular a fé e a criatividade.

Quando estamos buscando uma saída, o Espírito de Deus dá a direção e mostra um caminho que nós não tínhamos pensado. Se você deixa o desespero tomar conta da sua vida, se você se entrega ao problema, então, tudo vai cair por terra. Contudo se você tiver a disposição de perceber que a situação difícil é uma oportunidade, Deus vai mostrar não somente um, mas muitos caminhos.

O povo estava lá, diante do Mar Vermelho. Moisés estava liderando os israelitas que tinham acabado de sair do Egito. Era montanha para a esquerda, montanha para a direita e não havia para onde fugir. Moisés clamou: “Senhor, o que eu vou fazer?” E Deus disse: “o que você tem na sua mão?” Por que Deus fez essa pergunta? Na mão de Moisés estava o cajado que ele tinha usado mais de dez vezes para provocar maravilhas. A pergunta foi uma forma de fazer Moisés se lembrar de tudo que Deus já tinha feito por ele. Deus falou: “diga ao povo que marche”. Essa é a Palavra que Deus está dizendo para você: levante-se, pegue o teu cajado fiel, vá para cima e creia naquEle que está com você. Deus vai dar a direção, mas não fique sentado esperando que Ele desça do céu. Você vai aproveitar a situação e despertar a criatividade para vencer as restrições e aprender a ganhar dinheiro sem fazer nada ilegal e sem fazer nada que comprometa a sua integridade. Moisés estava segurando o cajado o tempo todo, mas não se deu conta de que a solução estava nas mãos dele. Marche, meu amigo, o mar vai se abrir.


reportar erro