Rede aleluia
O QUE É PRECISO PARA SE TER PAZ INTERIOR?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 26 de outubro de 2020 - 10:25


O QUE É PRECISO PARA SE TER PAZ INTERIOR?

Eu estava me lembrando de três momentos principais na minha vida, antes de conhecer a Deus, em que a paz me faltou. Eu fiquei refletindo no fato de que uma criança pode viver sem paz, como no caso das experiências que vou relatar aqui.

Eu era uma criança, um pré-adolescente, quando meus pais ficavam brigados. Eu percebia aquele clima pesado em casa e aquilo roubava a minha paz. Você sabe que criança percebe quando os pais estão bem ou não.

Outra coisa que tirava minha paz era quando eu via meus pais falarem de problemas financeiros. Muitas vezes eu era enviado para comprar pão e minha mãe me dizia para pedir ao dono da padaria para pagar na semana seguinte. Eu ficava constrangido com aquilo. Nas conversas entre eles, eu os ouvia falar dos problemas financeiros que meu pai enfrentava.

E por último, quando eu tinha 13 anos, a maior de todas as bombas caiu sobre nossas cabeças: foi quando descobrimos que meu pai tinha traído minha mãe.

Quando pensamos naquilo que rouba nossa paz, refletimos sobre essa tão buscada paz. A pergunta é: o que é preciso fazer para ter paz? Será dinheiro? Será que o que falta é amor? Sucesso? O dinheiro ajuda a pagar as contas, estar ao lado de quem amamos também é muito bom, bem como ter uma carreira que o satisfaz, mas nada disso garante a paz.

A paz não é uma coisa ou um lugar para o qual muitas pessoas viajam. A paz é uma pessoa. Diz o texto em Efésios 2.14: “porque Ele é nossa paz”. Se a paz é uma pessoa, tenho que procurar esta pessoa e ter um encontro com esta pessoa. Para que eu possa receber paz, uma experiência espiritual e a verdadeira paz é a pessoa do Senhor Jesus. Ele se apresenta como Príncipe da Paz e somente onde Ele reina é que se pode ter a verdadeira paz.

Se você procura a paz no amor de pessoas, no sucesso, no dinheiro, a sua busca será frustrada, porque você estará buscando em coisas e lugares errados. A paz é uma pessoa, esta paz é o Senhor Jesus, o Príncipe da Paz. Se você quiser ter um encontro com a paz, você precisa buscar a pessoa que traz essa paz. Quando Ele estiver na sua vida, você entenderá que a paz não é ausência de guerra, mas a Presença de Deus na sua vida.


reportar erro