Rede aleluia
CUIDADO COM OS ATALHOS
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 8 de Junho de 2021 - 09:48


CUIDADO COM OS ATALHOS

CUIDADO COM OS ATALHOS

Uma vez uma pessoa veio me pedir ajuda. Eu me dispus a ajudar, mas ela não conseguiu esperar e a ansiedade fez que buscasse a ajuda que queria com outra pessoa.

O que isso me fez sentir? Obviamente aquela pessoa desperdiçou meu tempo e não confiou em mim e, por isso, foi buscar ajuda em outro lugar. Esse mesmo sentimento de desprezo e desconfiança é o que Deus sente quando não confiamos nEle, pois a confiança em Deus é uma das características mais importantes da fé.

Quando falamos em pessoa de fé, pensamos em alguém com atitude e aguerrido, mas a fé tem outro lado: o da confiança. Como uma moeda, a fé tem duas faces: a do ímpeto, de crer e se lançar, e a outra, que é o do esperar, confiar e crer sem ver. Quando você não confia, naturalmente faz o que lhe vem à cabeça e busca um atalho.

A pessoa que citei acima teve sérios problemas com a solução que achou porque não teve paciência de esperar. Ela conseguiu o que queria, mas sofreu desnecessariamente.

Não dá para acelerar o processo natural das coisas. Uma mulher espera nove meses para gestar um filho; se quer cozinhar, ela precisa esperar o fogo completar o trabalho; se quer aprender um idioma, tem que praticar todos os dias. Isso é confiança e paciência. Quando não colocamos em prática essa confiança e essa paciência em nosso cotidiano, sabotamos o processo, que pode se tornar ainda mais demorado.

Se você se sente desrespeitado, imagine Deus. Se você chegar para Deus e disser que Ele está demorando muito, imagine o insulto. A confiança é algo que aprendemos ao longo do tempo, infelizmente, quebrando a cabeça, percebendo que os atalhos podem tornar tudo mais demorado, observando que a ansiedade pode estragar nossos planos e, por fim, compreendendo que podemos e devemos confiar em Deus.

Você pode praticar o outro lado da moeda, que é confiar em Deus. Você não vai ver, não vai sentir, você simplesmente vai confiar na Palavra. Você pode não ter essa confiança em nenhum outro ser humano, pois, como está escrito em Jeremias 17.5, “maldito homem que confia no homem”, mas em Deus você pode confiar.


reportar erro