Rede aleluia
UNP é convidada para cerimônia de inauguração do Centro de Recuperação Regional de Altamira
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 11 de novembro de 2019 - 08:33


UNP é convidada para cerimônia de inauguração do Centro de Recuperação Regional de Altamira

Em julho deste ano, o grupo auxiliou familiares de internos durante incidente no Pará

UNP é convidada para cerimônia de inauguração do Centro de Recuperação Regional de Altamira

No dia 29 de julho, uma tragédia aconteceu no Centro de Recuperação Regional de Altamira, localizado no Pará.

Na época, uma rebelião, que durou cinco horas, fez 62 mortos. Diante dessa situação, familiares e amigos dos internos se posicionaram em frente à penitenciária na expectativa de receber informações. Entretanto o desespero tomou conta de muitos que estavam ali.

Então, o grupo Universal nos Presídios (UNP) armou uma tenda com água e alimentos, entre outros recursos, para apoiar aquelas pessoas.

Novas instalações

UNP AltamiraPor causa do incidente, cerca de 230 internos foram transferidos para o recém-inaugurado Complexo Penitenciário de Vitória do Xingu.

O objetivo da nova estrutura, segundo o governador Helder Barbalho, é modernizar o sistema e garantir adequações.

A edificação foi resultado da parceria do governo do Pará com a empresa Norte e Energia da Usina Belo Monte, representada pelo presidente Paulo Roberto Ribeiro Pinto na cerimônia de abertura.

Também esteve presente o secretário de assuntos penitenciários do estado, Jarbas Vasconcelos.

Durante o evento, o Pastor Maurício Carraro, responsável pelo trabalho evangelístico da UNP na região, foi convidado para discursar e realizar uma oração em favor do novo prédio.

“Eu represento a Universal nos Presídios, que há mais de 30 anos trabalha dentro e fora dos presídios procurando a ressocialização, ajudando os internos e também os familiares. No Brasil, são mais de 30 mil voluntários e aqui no Pará são aproximadamente 3 mil. E nós estamos aqui para também nos colocar à disposição. Agradecemos ao governador, ao secretário e à Norte e Energia, porque nos ajudará a desempenhar o trabalho da fé junto aos internos”, disse o Pastor Maurício.

Repercussão na imprensa mundial

O trabalho dos voluntários, realizado em julho deste ano durante a rebelião, foi citado em portais de notícias nacionais e internacionais, que publicaram fotos e destacaram, de alguma forma, o auxílio prestado pela Universal no local.

O norte-americano The New York Times, o Al Jazeera, do Oriente Médio, e o jornal diário irlandês The Irish Times publicaram fotos que mostram os voluntários uniformizados amparando familiares.

Além dos integrantes da UNP, voluntários da Evangelização (EVG) também atuaram durante o incidente.


UNP é convidada para cerimônia de inauguração do Centro de Recuperação Regional de Altamira
  • Daniel Cruz / Fotos: Cedidas 


reportar erro