Rede aleluia

Notícias | 16 de julho de 2019 - 12:31


Por que as pessoas estão se automutilando?

Em reuniões especiais, o grupo Força Jovem Universal combate este mal que aflige, principalmente, a juventude. Entenda

Existem pessoas que cortam a própria pele, diariamente, para esquecer os problemas. Parece loucura, mas a automutilação é uma “saída” que muitos encontram para se livrar do sofrimento.

No Brasil, não há dados específicos sobre o número de jovens que se automutilam. Mas, nos corredores de colégios e consultórios, porém, a sensação é de aumento dos casos.

Os objetos usados são diversos, como estiletes, cacos de vidro, agulhas, facas ou qualquer outro objeto cortante que esteja próximo. Eles ainda costumam se queimar ou se atirar contra a parede.

Entre os motivos para uma automutilação estão: brigas com familiares, problemas nas relações interpessoais, incluindo amizades, problemas escolares, ansiedade, depressão, ou sentimento de angústia, frustração, desespero, tensão, raiva e até autocrítica.

Combate a automutilação

Diante dessa situação, o grupo Força Jovem Universal (FJU) realizou, recentemente, uma mobilização de conscientização contra a automutilação. Durante uma reunião realizada na Universal do Ceará, o Bispo Celso Junior, atual responsável pela FJU, fez uma oração especial e conscientizou a todos que se automutilavam sobre a importância de se entregarem a Deus e de serem usados por Ele.

“Você que tem sofrido com depressão, tem se automutilado e não aguenta mais isso: se você se entregar a Deus, este mesmo braço que, um dia, foi cortado será usado para ajudar a outros jovens”, determinou o Bispo Celso.

A jovem Emanuele relata no vídeo abaixo que se automutilava, mas após se render à fé, tudo mudou. Confira:

Participe você também dessa luta contra a automutilação e entenda como o problema pode, realmente, ser resolvido. Visite a Universal mais próxima de sua casa e conheça a FJU.


  • Sabrina Marques / Foto: Getty Images 


reportar erro