Rede aleluia

Notícias | 2 de julho de 2019 - 13:03


“Fui discriminada e desprezada, mas venci”

Conheça a história da empresária Marlene Cesar e saiba como ela saiu da pobreza para uma vida bem-sucedida

Nascida no interior do Piauí, Marlene Cesar teve uma vida difícil e muito humilde. Sua casa era feita de palha e não tinha energia elétrica. Isso lhe causou muitos problemas, dentre eles a discriminação e o desprezo.

Marlene ainda teve que enfrentar o vício da bebida do pai, mas acreditava que, um dia, tudo poderia mudar. A mãe – conta – era muito batalhadora, uma mulher admirável.

“Embora eu tenha crescido na pobreza, cheguei a me formar como professora e dei aulas por muito tempo. Mas, apesar de ter uma vida correta, estava longe de Deus”, comenta.

Diante de tantos problemas, Marlene conta que entrou em depressão e, quando tudo parecia perdido, ela enxergou uma luz no fim do túnel, comenta.

“Não é porque você não mata, não rouba, não prostitui que está bem diante de Deus. Tive depressão, uma tristeza tão profunda, a ponto de não segurar o choro na frente das pessoas. Sentia um vazio muito grande, que doía na alma. Até que, um dia, assistindo a tevê, vi um programa da Universal e resolvi visitar a igreja”, disse.

Após participar das orações, Marlene viu sua vida progredir, mas tudo só mudou mesmo quando ela participou da Fogueira Santa e coisas grandes aconteceram. “Fui discriminada e desprezada, mas venci”, afirmou.

Assista ao vídeo abaixo e saiba o que aconteceu com Marlene após esse episódio:

Oração da meia-noite

De segunda a sexta, às 23h30, o Bispo Renato Cardoso, ao lado de outros bispos e pastores, realiza a oração da meia-noite, na esplanada do Templo de Salomão.

O momento da oração está sendo transmitido ao vivo pela Rede Aleluia de rádio (99,5 FM)Univer Vídeo, pelo Facebook da Universal e no canal da Universal no youtube.

Para saber mais sobre a Fogueira Santa, acompanhe este propósito participando dos encontros diários em uma Universal. Encontre aqui o endereço mais perto de você.


  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro