Rede aleluia

Notícias | 12 de março de 2019 - 14:24


Fake News: por que é importante aprender sobre elas?

Veja como identificar falsas notícias e não cair nessa armadilha

Estamos na era da tecnologia e da informação. A internet revolucionou a forma de se criar e compartilhar notícias. Mas, infelizmente, o que poderia ser usado para o bem, também se tornou uma arma para disseminar o mal, como as notícias falsas, conhecidas também como fake news.

De acordo com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), as notícias falsas se espalham 70% mais rápido que as verdadeiras. Além disso, alcançam bem mais pessoas: cada postagem verdadeira atinge, em média, mil pessoas, enquanto as falsas mais populares alcançam de mil a 100 mil pessoas.

O tema foi abordado no programa “Entrelinhas” deste domingo (10), com a apresentação do Bispo Renato Cardoso. Jornalistas e um professor de neurolinguística também estiveram presentes para destrinchar o assunto e mostrar o perigo da disseminação de informações falsas.

“As fake news começaram com a humanidade, no jardim do Éden, quando a serpente falou com a mulher. Ela distorceu o que Deus havia falado, a enganou e a levou a cometer o pecado. Assim, o curso da humanidade mudou”, explicou o Bispo Renato.

Vítima de fake news

Desde o seu início, a Universal é alvo de notícias falsas e preconceituosas, tanto no Brasil, como no exterior. Um caso recente foi o da acusação infundada feita por uma emissora portuguesa, que afirmava que bispos estariam envolvidos com adoções ilegais e tráfico de crianças. O caso foi desmentido e o processo arquivado pela Justiça do país.

Leia mais: Investigação revela mentiras da TVI contra a Universal

“Qualquer informação pode influenciar a sua vida, então, você precisa detectar o que está lhe influenciando”, recomenda o Bispo.

Quer saber mais sobre o que foi falado. Então, assista o programa completo, em alta definição no Univer Video.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 



reportar erro