Rede aleluia
Um engenheiro que trabalhava em feiras livres
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de dezembro de 2019 - 09:42


Um engenheiro que trabalhava em feiras livres

A história de Bruno Dal Bello foi transmitida durante a programação de preparação rumo ao Monte Sinai. Saiba mais

Um engenheiro que trabalhava em feiras livres

Na fé da Fogueira Santa no Monte Sinai, bispos e pastores, ao vivo, diretamente do Templo de Salomão, às 23h30, têm realizado a oração de preparação rumo ao Monte Sinai, a fim de que Deus cumpra as maravilhas prometidas em Sua Palavra na vida dos que creem.

Na última quinta-feira, 5 de dezembro, durante a programação, foi exibido o testemunho do engenheiro mecatrônico e empresário, Bruno Dal Bello, de 33 anos. Desde muito cedo, quando ainda tinha 13 anos, ele já passava por dificuldades financeiras e precisava acompanhar seu pai no trabalho, em uma feira livre.

“Nós tínhamos uma vida muito difícil. A gente, realmente, trabalhava para se sustentar. Era uma vida muito dura. Eu me via naquela situação e tinha que ajudar o meu pai de alguma maneira”, disse Bruno.

Mudança de vida

Bruno, então, decidiu que entraria na faculdade para mudar de vida. Começou a estudar engenharia mecatrônica e, depois de formado, por não encontrar emprego, precisou voltar a trabalhar na feira livre com seu pai.

“Nesse momento, eu ouvi muitas piadinhas e meu pai já não dormia direito”, lembrou.

Em uma dessas noites em claro por estar sofrendo pela situação difícil vivida pelo filho, seu pai conheceu a programação da Universal e começou a frequentar. Bruno, vendo sua mudança, também começou a ir à igreja, mesmo com vergonha e sem querer que outras pessoas o vissem lá dentro.

Depois de um tempo frequentando a Universal, foi-lhe apresentada a fé sacrificial, que realiza impossíveis na vida de quem se entrega no Altar, na Fogueira Santa de Israel. Bruno decidiu participar e, desde então, de campanha em campanha, vem colhendo os frutos de seu sacrifício.

“Eu precisava de uma pessoa para me auxiliar e Deus me apresentou a Bruna, minha esposa. Nós tínhamos um sonho de ter a nossa própria empresa. Foi quando, de forma inexplicável, nós abrimos nossa empresa e, hoje, prestamos serviços internacionais. Nossa empresa tem crescido dia após dia”, afirmou.

Todavia, Bruno garante que todos os bens que conquistou até hoje não superam a felicidade de ter Deus morando dentro de si. “Nossa vida tem crescido, mas o principal que temos é o Espírito Santo dentro de nós. É essa força que nos impulsiona para a vitória”, completou.

Uma decisão

Durante a programação, o Bispo Renato Cardoso ainda pontuou que o estado de dificuldade de uma pessoa faz com que ela acredite no que lhe é apresentado para mudança de vida, como aconteceu com o povo hebreu no passado (leia em Êxodo 6: 8-9).

“A angústia de espírito faz com que muitas pessoas acreditem que tudo o que elas têm assistido (durante a transmissão da oração da meia-noite) é mentira e o que os testemunhos são pagos”, comentou o Bispo Renato.

No entanto, o Bispo esclareceu que a mudança de vida também está disponível àqueles que desacreditam, basta que tomem uma atitude. “No mínimo você deve a si mesmo uma decisão de ver o que acontece, se é verdade ou não. Então, você deve ir à uma Universal e procurar saber e ouvir. Dar crédito à Palavra de Deus”, concluiu o Bispo.

Assista a programação completa no vídeo abaixo:

Participe desse propósito de fé

Você quer saber como Deus pode Se manifestar na sua vida também? Então, participe ainda hoje de um encontro no Templo de Salomão ou em uma Universal mais próxima de sua casa.

Preparação para a caminhada rumo ao Monte Sinai

Ao longo da Fogueira Santa, participe da concentração de fé promovida por bispos e pastores, às 23h30, pela Rede Aleluia, pelo Univer Vídeo, pelo Canal 21, pelo canal CNT, pelo Facebook ou pela TV Universal (por meio do aplicativo).


Um engenheiro que trabalhava em feiras livres
  • Rafaela Dias / Foto: Reprodução  


reportar erro