Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de março de 2020 - 00:05


Suas reações revelam o que há em seu interior

Entenda por que ter o Espírito Santo é indispensável para saber lidar com os desafios e tribulações que surgem no caminho

Os dias ruins chegam para todos sem aviso prévio, como, por exemplo, a morte repentina de um familiar, a descoberta de uma doença, a perda do emprego, a dor de uma traição ou ainda eventuais desastres naturais, como temos visto nos últimos dias. São tragédias e fatalidades das quais ninguém está imune, mas basta imaginar situações desse tipo para sentir uma certa agonia.

Não dá para escapar dos dias maus deste mundo. A vida com Deus, diferentemente do que muitos acreditam, não é um mar de rosas.Há lutas e problemas, como alertou o Senhor Jesus em sua Palavra: “(…) no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo.” (João 16.33).

Diante dos vendavais da vida, muitas pessoas se perguntam por que Deus permitiu que ocorressem e até se revoltam contra Ele. Quem tem o Espírito Santo, por outro lado, consegue enfrentar os desafios com mais força nos momentos de dor.

Por quê?
A pessoa que tem o Espírito de Deus não passa pelos desertos da vida sozinha, pois o Consolador a sustenta. Mesmo que fique triste, ela não se desespera, não perde a razão de viver, mas confia que a dor passará, que o problema será vencido e, enquanto isso, aproveita para fortalecer sua Fé e confiança em Deus, afinal, a Fé não é apenas uma ferramenta de conquistas, mas também de defesa.

Depois que a situação passa, a pessoa se sente forte com sua Fé em alta e usa a experiência adquirida para ajudar outras pessoas. Razão pela qual o apóstolo Paulo justificou a permissão de Deus para os problemas na vida do cristão. “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.” (2 Coríntios 1.3-4).

Outro trecho bíblico que mostra os dias maus na vida cristã é o conhecido Salmo 23, que diz: “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.

Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos (…).” (Salmos 23.1-5).

Repare que na teoria esse salmo é muito bonito e conforta saber que Deus, o Pastor, está no comando, mas observe que existem as águas tranquilas, logo as águas revoltas, a mesa preparada por Deus, porém os inimigos diante dela e ainda o temido vale da sombra da morte.

Na prática, queremos apenas os verdes pastos, mas os dias maus vêm para todos. Aquele que tem o Espírito Santo, que usa a Fé em Deus, não os enfrentará sozinho.

O Bispo Edir Macedo, em seu blog, abordou a importância da Fé nos momentos de aflição e também citou o apóstolo Paulo, que afirmava carregar em seu corpo as marcas do Senhor Jesus. (Gálatas 6.17). “A fé que Paulo tinha o curou das feridas causadas pela tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo e espada. (Romanos 8.35). Para quem se mantém na Fé inteligente e perseverante, suas feridas de hoje serão suas cicatrizes (seus testemunhos) de amanhã”, escreveu.

Por isso, amigo leitor, invista em sua comunhão com Deus e, se ainda não tem o Espírito Santo em sua vida e está enfrentando lutas que humanamente não têm solução, aproveite o momento para buscá-lO, pois é nos momentos de maior dificuldade que precisamos ser consolados. Sem o Espírito Santo é impossível a sobrevivência da Fé e da vida cristã.


  • Kelly Lopes / Foto: Getty images 


reportar erro