Rede aleluia

Notícias | 29 de novembro de 2019 - 12:37


Sorte no amor: Bruna Marquezine faz simpatia pela vida amorosa

Você também acredita que superstições ajudam sua vida?

“Só porque me falaram que traz sorte no amor e não está fácil pra ninguém.” Essa é parte da legenda que Bruna Marquezine utilizou na foto tocando a estátua de Julieta exposta em Verona, na Itália.

bruna marquezineDe acordo com a superstição local, tocar o seio da estátua faz com que a vida amorosa da pessoa seja bem-sucedida. Assim, milhões de pessoas fazem a simpatia todos os anos. Muitos viajam para a cidade apenas pelas superstições amorosas, já que Verona é o palco da história Romeu & Julieta.

Aliás, se tocar Julieta desse sorte, Romeu e Julieta não teriam cometido o suicídio nem na ficção.

Pode parecer brincadeira, mas quantas superstições existem no Brasil?

Com a chegada de 2020 se aproximando, milhões de pessoas já se planejam para ir à praia “pular sete ondas”. Outras tantas compram roupas íntimas “vermelhas para a paixão”, “rosa para o amor”. Há ainda quem faça questão de cumprimentar uma pessoa do sexo oposto com um “selinho” assim que dá meia-noite. Outras simpatias envolvem flores, perfumes, lençóis, alimentos… São tantas superstições que dá trabalho até pensar, imagine fazer!

Todos os que praticam querem, como Bruna, ter sorte no amor. Mas, será que eles estão investindo seu esforço da maneira mais eficaz?

“Na minha família não funcionou”

O Bispo Carlos Cucato relata que sua família era uma das milhões de famílias brasileiras que apostavam em superstições. No caso dele, as simpatias eram utilizadas para as mais diversas áreas da vida, inclusive a área amorosa.

“Minha família sempre foi muito supersticiosa”, contou ele, durante edição especial do programa “The Love School – A Escola do Amor”. “E era um esforço para que desse tudo certo”.

Entre as superstições seguidas pela família, estavam pular sete ondas no ano, combinar alimentos e utilizar peças de roupa vermelha, caso fosse necessária a “sorte no amor”.

“Nós fazíamos tudo e ano após ano eu vi a minha família se destruir, meus pais se separarem, o problema instalado ali”, relembra o Bispo.

Ou seja: as simpatias de nada valeram. De fato, quem quer ter uma vida amorosa de qualidade precisa de muito mais do que usar determinada roupa ou tocar determinada estátua. É preciso agir. É o que afirma a escritora Cristiane Cardoso, autora do livro “Casamento Blindado 2.0”.

“As pessoas pensam que essas coisas, essas crendices, vão fazer alguma coisa diferente para elas”, conta ela. “Preferem ter esse trabalho pensando em ter mais amor, mais prosperidade, só que não funciona”.

Se você quer fazer algo que, realmente, funcione por sua vida amorosa comece participando da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras, na Universal. Essa é uma palestra de educação sentimental destinada a todos os solteiros que querem construir um relacionamento duradouro, assim como para todos os casais que buscam aperfeiçoar seu relacionamento.

Clique aqui e saiba onde acontece a Terapia do Amor mais próxima de você.


  • Andre Batista / Imagem: Reprodução Instagram @brunamarquezine 


reportar erro