Rede aleluia
Saiba como foi a “Hora dos Solteiros” no Templo de Salomão
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 1 de Outubro de 2021 - 00:47


Saiba como foi a “Hora dos Solteiros” no Templo de Salomão

O evento, que aconteceu nesta quinta-feira (30), às 18 horas, reuniu cerca de 800 pessoas. Confira detalhes

Saiba como foi a “Hora dos Solteiros” no Templo de Salomão

Ainda não eram 18 horas e já se via na Esplanada do Templo de Salomão a movimentação de homens e mulheres, de todas as idades, que vieram participar da “Hora dos Solteiros”, um evento preparado especialmente para proporcionar aos solteiros da Terapia do Amor a oportunidade de conhecer alguém que também pratica o amor inteligente.

E para garantir o clima de romance, a Banda Universos já estava a postos cantando suas belas canções, muitas delas, inclusive, fazem parte da trilha sonora da superprodução Gênesis e já são conhecidas do público.

Correio Elegante e Quiz

Enquanto a banda tocava, os voluntários responsáveis pelo “Correio Elegante” caminhavam entre os solteiros – previamente identificados com uma etiqueta verde, contendo nome e idade – recolhendo e levando os bilhetes trocados entre eles. Quando havia essa troca, significava que deu “match” e um possível casal era formado.

Além disso, no palco, o Pastor Franklin de Lara comandava um quiz coletivo. As perguntas eram feitas e o público respondia por meio de placas verdes e vermelhas. Verde para as respostas positivas e vermelha para as negativas. Dessa forma, os solteiros conseguiam identificar o perfil do(a) pretendente.

Alunos aplicados

Entre os solteiros presentes estava a autônoma Fabiana Aparecida da Silva (Foto abaixo), de 39 anos. Ela diz que já frequenta a Universal há 10 anos e a Terapia do Amor há 5.

“Eu acho muito importante o trabalho da Terapia, é [algo] que eu quero viver para vida inteira, eu não vou deixar de participar nunca!”, diz.

Fabiana ressalta, também, a importância da “Hora dos Solteiros”, então, sempre que possível, participa. “Eu acho muito importante, porque alguns solteiros são tímidos, então, é um incentivo para dar um passo além”, pontua.

Para a secretária Débora Marques (foto abaixo), de 53 anos, o evento é uma oportunidade de encontrar alguém com os mesmos objetivos. “Está todo mundo no mesmo propósito, [ou seja], de encontrar uma pessoa séria, que tem os mesmos objetivos e temor a Deus, então, é muito importante. A gente sempre sai daqui com um aprendizado, só precisa deixar um pouquinho a timidez de lado, porque ela tem atrapalhado um pouco, mas a gente tem que vencer!”, reconhece.

Momento completo

O pizzaiolo Wilker Santos de Oliveira (Foto abaixo), de 32 anos, conta que está há pouco tempo em São Paulo, e é a sua segunda vez no Templo de Salomão. No entanto, diz, já frequenta a Terapia do Amor há mais de um ano.

“Eu sempre resistia [participar] da Terapia do Amor, então, o tempo foi passando e eu vi que, sem a direção de Deus, eu só quebrava a minha cara… Fazia do meu jeito, até que eu entendi que não era assim. Então, comecei a participar das palestras, porque eu não aceitava mais sofrer. Hoje eu vejo a Terapia com a mesma importância das reuniões de quarta e domingo. A direção que recebemos na quinta-feira é primordial, por isso, eu estou aqui hoje, porque faz toda a diferença”, afirma.

Apesar de já participar das palestras há mais de um ano, ele conta que é a primeira vez que está em um evento da “Hora dos Solteiros”.

“Sou novo no estado e eu não vou faltar em nenhuma. Eu quero estar em todas, porque é algo totalmente diferente, abre a nossa visão, a nossa mente; só de estar aqui eu já me sinto bem! Pois, a ‘Hora dos Solteiros’ é um momento completo; não é só para observar ou conhecer alguém, isso eu considero o mínimo. Se eu sair daqui com um aprendizado, eu acho que é o principal”, garante.

Essa edição da “Hora dos Solteiros” reuniu cerca de 800 pessoas. Mas, se você não pôde estar presente, não se preocupe: temos uma boa notícia para você. A partir de agora, o evento acontecerá todos os meses. Será sempre na terceira quinta-feira do mês. Então, já deixa anotado na sua agenda para não perder!

Mas, não deixe de participar, também, da Terapia do Amor, que acontece todas as quintas-feiras, no Templo de Salomão, às 10h, 15h e às 20h, bem como em outras localidades. Consulte aqui os endereços.

Confira mais fotos do evento:


Saiba como foi a “Hora dos Solteiros” no Templo de Salomão
  • Jeane Vidal / Fotos: Demetrio Koch 

  • Colaborador: 

  • Flávia Francellino


reportar erro