Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de março de 2020 - 00:05


Saber se comunicar é vantagem

Desenvolver habilidades comunicacionais é fundamental para empresas, profissionais e líderes. Descubra como melhorar a sua comunicação

Já parou para pensar na forma como você se comunica com colegas de trabalho, clientes e fornecedores? Que tipo de palavras você usa, qual é o seu tom de voz e que postura corporal você assume quando conversa com outras pessoas?

Saiba que você pode até estar perdendo oportunidades por causa da sua forma de se comunicar. Quem explica é Reinaldo Passadori, especialista em comunicação e fundador da Passadori Comunicação, Liderança e Negociação. “Muitas pessoas poderiam ter mais sucesso e ganhar mais dinheiro se aprendessem a se comunicar. É a partir da comunicação que nos relacionamos, mostramos nossos conhecimentos e fazemos as coisas acontecerem”, avalia ele, que é autor do livro Quem Não Comunica Não Lidera.

Com quem você fala?
Segundo o especialista, o primeiro passo para se comunicar melhor é desenvolver a empatia. “De forma simples e geral, nós temos que usar a nossa sensibilidade, a nossa percepção e ter flexibilidade para entender o outro e calibrar o que vamos dizer. É importante ter respeito, olhar nos olhos da pessoa, sorrir e falar de forma assertiva, sem ser agressiva”, diz Passadori.

Ou seja, conhecer a pessoa ou grupo com o qual você vai se comunicar facilita bastante. “Quanto mais a pessoa conhece os estilos e tipos de pessoas, mais facilmente ela pode se moldar para que a comunicação aconteça. Assim, ela vai entender se precisa falar mais devagar, de forma simples ou genérica, o tipo de vocabulário usado e se precisa contar histórias e exemplos para manter as pessoas envolvidas”, detalha o especialista, acrescentando que as habilidades comunicacionais podem ser aprendidas com leitura, cursos e bastante treinamento.

Estratégia
A comunicação também é fundamental para a estratégia de qualquer negócio. É o que defende Luana Clara, jornalista e sócia da La Presse Comunicação. “Se a comunicação não ajuda a melhorar os resultados da empresa, há algo errado”, indica. Entretanto ela esclarece que a comunicação não é simplesmente divulgar produtos e serviços, mas envolve os processos de comunicação interna.

“O líder, por exemplo, precisa sair da posição de cobrador e passar para a de educador, daquele tipo de pessoa que compartilha conhecimentos. Se a empresa está passando por um processo de reposicionamento, os funcionários precisam saber disso”, afirma Luana.

Segundo ela, o feedback deveria se tornar um hábito em qualquer empresa. “Profissionais e gestores precisam estar preparados para receber feedbacks sem contestar, sem ser agressivo. Se um funcionário diz que um espaço não está satisfatório, o líder deve ouvir a sugestão e se perguntar: ‘o que e como eu posso mudar?’. Infelizmente muitas pessoas não gostam de ouvir críticas”, avalia. A dica também vale para a relação com clientes.

Ruídos
Luana Clara pontua que a falta de diálogo em equipes pode gerar desentendimentos e falhas que afetam a produtividade. “Quando existe diálogo contínuo, a solicitação de pedidos e até as cobranças se tornam um processo fluido. Uma dica é fazer reuniões semanais, rápidas, com todos em pé e com pauta definida. Além disso, é importante deixar um canal aberto para que as pessoas falem o que estão pensando ou uma caixinha de sugestões”, ensina.


  • Rê Campbell / Foto: Getty Images 


reportar erro