Rede aleluia
Representantes do Poder  Judiciário visitam o Centro Cultural Jerusalém   no Rio de Janeiro
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 20 de Dezembro de 2020 - 00:05


Representantes do Poder Judiciário visitam o Centro Cultural Jerusalém no Rio de Janeiro

Desembargadores, promotores, juízes e advogados conheceram um pouco mais sobre a história da Terra Santa

Representantes do Poder  Judiciário visitam o Centro Cultural Jerusalém   no Rio de Janeiro

No dia 5 de dezembro, 100 representantes do Poder Judiciário visitaram o Centro Cultural Jerusalém (CCJ), localizado no bairro de Del Castilho, na zona norte do Rio de Janeiro. Entre eles, desembargadores, promotores, juízes, advogados e agentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), Defensoria Pública e Ministério Público, além de estudantes de direito. A maioria visitava o local pela primeira vez. A gestora do CCJ, Erika Sousa, também participou do evento e contemplou a importância da iniciativa.

Recepcionados pelo Bispo Jerônimo Alves, da Universal, e conduzidos por uma visita guiada pela historiadora do local, os convidados conheceram um pouco mais sobre a história da Terra Santa. O CCJ tem como atração principal uma gigantesca maquete que reproduz em detalhes a cidade de Jerusalém. Além disso, o espaço tem apresentação de conteúdos multimídias que promovem uma maior imersão dos visitantes com as informações apresentadas.

Logo após a exibição de um vídeo institucional no anfiteatro, o Bispo Jerônimo agradeceu a presença de todos e enfatizou que por trás de cada profissional da justiça tem um ser humano que carece da presença de Deus. Ele explanou aos convidados sobre o trabalho social da Universal, especialmente sobre o grupo Universal nos Presídios (UNP), que leva suporte social e espiritual à população do sistema prisional, bem como aos familiares e, também, ressocialização para os (as) ex-detentos (as).

“O evento no CCJ com os agentes judiciários vai além do estreitamento das relações. O objetivo foi apresentar o trabalho de ressocialização desenvolvido pela Universal junto ao vulnerável, a sua responsabilidade social e o seu dever legal enquanto propagadora das boas-novas. Aproveitamos o ensejo para expressar o valor desses profissionais”, comentou o Bispo.

Mais sobre o CCJ
O Centro Cultural Jerusalém faz um profundo resgate sobre a história da Terra Santa. Todo conteúdo foi baseado em resultados de pesquisas arqueológicas e, também, nas narrativas do historiador judeu Flávio Josefo, que viveu no século 1 depois de Cristo (d.C.).
O CCJ está situado na Avenida Dom Hélder Câmara, 3970, em Del Castilho, na capital do Rio de Janeiro.

Caloborou: Michele Roza


Representantes do Poder  Judiciário visitam o Centro Cultural Jerusalém   no Rio de Janeiro
  • Redação / Fotos: Cedidas 


reportar erro