Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 3 de setembro de 2018 - 12:39


Qual grito você tem preso na garganta?

Neste dia 7 de setembro, feriado nacional, clame a Quem pode lhe ajudar de verdade

Na próxima sexta-feira, 7 de setembro, o Brasil comemora mais um ano da sua independência. A data marca o grito de Dom Pedro às margens do Rio Ipiranga, em 1822, no qual foi colocado um fim aos anos do domínio colonial exercido por Portugal.
Desde então, o Brasil começou a andar com suas próprias pernas, e também conquistou autonomia política. Mas, após 196 anos de um país livre, existem pessoas que ainda têm preso na garganta um grito. Grito esse causado por um problema espiritual, familiar, sentimental, emocional e até mesmo financeiro.
“O grito é algo que está na garganta das pessoas, a garganta que está cheia de raiva, ira e ódio. Ela não aguenta mais a situação que está vivendo. Às vezes, ela não grita porque acha que ninguém vai escutá-la ou estender a mão para tirá-la da situação em que ela está vivendo. Mas, quando esse grito é colocado diante Daquele que ouve e responde, é impossível não haver resposta”, comentou o bispo Renato Cardoso, confira:

Nesta sexta-feira (7), feriado nacional, bispos e pastores estarão dando o grito da independência de todos os problemas. Se você deseja ser livre, não deixe de participar dessa reunião especial, e não se esqueça de trazer uma peça de roupa branca sua ou de um familiar para ser consagrada.
Se for participar no Templo de Salomão, as reuniões serão ministradas às 10h, 15h e as 20h. Nos templos da Universal espalhados pelo Brasil, as reuniões podem ter horários especiais, vá a Universal mais próxima de sua casa e se informe. Clique aqui e encontre os endereços. Assista ao vídeo abaixo:


  • Sabrina Marques / Foto: iStock 


reportar erro