Rede aleluia
O que realmente importa na hora de se casar
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de Agosto de 2019 - 11:38


O que realmente importa na hora de se casar

Os gastos podem chegar a milhões, mas o item principal pode ser adquirido de forma gratuita. Entenda

O que realmente importa na hora de se casar

Vestido de noiva, decoração da igreja, foto e filmagem, buquê, buffet, padrinhos, daminhas, pajens e dia de noiva. A lista dos preparativos para o casamento é grande. A preocupação em ter um dia perfeito faz parte de quem está prestes a dizer “sim” àquele (a) que escolheu para viver o resto de seus dias.

A cada novo item adicionado à lista, um novo boleto surge. Em uma pesquisa feita pela equipe de reportagem do portal Universal.org, em São Paulo, um vestido de noiva custa, em média, R$ 6 mil. O local para receber os convidados pode custar (no mínimo) R$ 5 mil e passar dos R$ 50 mil.

O buffet também não é o item mais barato da cerimônia. Em São Paulo, são encontradas empresas que oferecem menu a R$ 30 por pessoa, enquanto há outros que podem chegar a R$ 150 mil para pouco mais de 100 convidados.

Os números, quando somados, podem gerar casamentos caríssimos e até milionários. Muitos famosos, por exemplo, não hesitam em gastar milhões para ouvir o tão sonhado “eu vos declaro marido e mulher”.

Casamentos milionários

Em fevereiro de 2018, o humorista e youtuber Whindersson Nunes trocou votos com a cantora pop Luisa Sonza. A cerimônia, realizada em São Miguel dos Milagres, em Alagoas, contou com uma decoração de R$ 400 mil (apenas com flores) que, somadas a outros gastos, passou de 1 milhão de reais.

Semelhantemente, em maio de 2018, os cantores Lexa e Mc Guimê gastaram 1 milhão de reais em seu casamento. A festa do casal contou com uma esmalteria personalizada, estúdio de tatuagem exclusivo e doces folheados a ouro.

Todavia, não são apenas famosos que gastam rios de dinheiro em seus casamentos. Não é difícil encontrar pessoas comuns que vendem casa, carros e outros bens só para arcar com os gastos do casamento.

Não é novidade para ninguém que a indústria do casamento fatura muito, afinal, todos os gastos que os noivos não poupam ajudam a elevar as receitas do mercado de casamentos. Para se ter uma ideia, de acordo com um levantamento feito em 2015, pela Associação Brasileira de Eventos Sociais, a indústria de casamentos movimenta mais de R$16 bilhões todos os anos. 

O que realmente importa

Contudo, diante de tantos detalhes, muitos casais acabam não dando a devida importância ao que realmente importa nessa hora, ou seja, a bênção de Deus. Isso acontece, inclusive, entre cristãos.

Com a vontade de ter um dia esplêndido – não que isso seja errado -, muitos se esquecem dessa bênção de Deus no Altar. Rapidamente, trocam o Altar de uma igreja por uma chácara, uma praia ou até mesmo um restaurante. Dão mais valor aos doces e aos mínimos detalhes e, muitas vezes, se esquecem do Altar.

Todavia, é o Altar – simbolizando o próprio Deus – Quem ajudará os noivos a lidar com a vida de casado. É no Altar onde eles deixam de ser “dois” e se tornam “um” e, o mais importante: com a bênção de Deus, se tornam aptos para seguir uma vida juntos.

Quando esteve na terra, o Senhor Jesus ensinou sobre o casamento. Veja:

 “E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” (Marcos 10:8,9) 

Essa união é feita no casamento, sobretudo, no Altar. “A Bíblia diz que Deus é testemunha do homem e da mulher quando eles trocam alianças de casamento. Quando o casal decide simplesmente morar junto, não há nenhuma testemunha”, esclarece Renato Cardoso, palestrante e especialista em educação familiar e matrimonial.

A esposa, Cristiane Cardoso, por sua vez, destaca que o casamento no Altar faz toda a diferença na relação. “Para muitos, o casamento na igreja é uma bobagem, mas faz toda a diferença no matrimônio, pois o seu valor é espiritual”, alerta Cristiane. “Com a bênção do Altar, você saberá lidar com os problemas que surgirão no casamento, também, de forma espiritual”, completou.

Entenda que demonizar as festas de casamento não é o caminho. No entanto, é importante que os noivos tenham essa consciência: o casamento não precisa ser adiado por não possuírem condições financeiras para arcar com uma festa.

O principal – e mais importante – é que a bênção de Deus não exige dinheiro. Ela é gratuita e está disponível aos que desejam ter uma relação duradoura sob a vontade de Deus.

“Friamente falando, para se casar, vocês não precisam de muito mais do que a taxa do cartório e a bênção no Altar. O que puderem fazer além disso é bônus. O mais importante mesmo é como vocês viverão depois da cerimônia. Para que ter um evento de um dia e passar anos pagando a dívida?”, comentou Renato Cardoso. 

Casar na Universal

A Universal realiza casamentos por todo o mundo. Disponível apenas para membros da igreja, a cerimônia no Altar é realizada por pastores celebrantes, independentemente se os noivos optem por decorar ou não a igreja.

Para mais informações sobre casamentos na Universal, entre em contato com o setor dedicado ao assunto no e-mail: setorcasamentos@sp.universal.org.br; pelo telefone (11) 2392-3573 ou no WhatsApp (11) 94136-7382. Além disso, você pode acessar o site oficial, clicando aqui.


O que realmente importa na hora de se casar
  • Rafaela Dias / Fotos: Getty Images e Reprodução 


reportar erro