Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de setembro de 2019 - 00:05


O certinho

Leia a mensagem de hoje do livro “O Pão Nosso para 365 dias”

“Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno.” (1 João 5.19)

Amigos, sejamos honestos: o que podemos esperar de um mundo que jaz no maligno? O mundo está morto, sepultado em seus delitos. Afastado da Vida, que é Deus. Desta forma, ele sempre será contrário aos que são de Deus, pois os de Deus e o mundo são opostos entre si.

Hoje, o errado é o certo; e o certo é o errado. Quando veem os filhos de Deus andando na justiça, os filhos do mundo zombam. As propostas que vêm para os que são de Deus tentam tirá-los do Caminho da Justiça. São propostas de facilidade, propostas de “jeitinho”, propostas que vêm com o comentário “ah, é só uma vez na vida”. “Deus entende”. “Todo mundo faz”.

As propostas virão. Travestidas de boas ideias, de excelentes negócios, de soluções rápidas, de “única opção”, de “é assim que as coisas são”. Não tenha vergonha de fazer o que é certo. Não se envergonhe de assumir a sua fé. Não tenha medo de ser visto como o bobo, o careta. Siga a sua fé. Não queira agradar a ninguém mais, somente a Deus. A sua consciência limpa não tem preço.

Seguir ao Senhor Jesus implica em viver na contramão deste mundo. Não é à toa que a Palavra de Deus é bem enfática: “Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4.4).

(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do Bispo Edir Macedo


  • Redação (*) / Foto: Thinkstock 


reportar erro