Rede aleluia
Mario Bregieira fala sobre os desafios de viver Gate em Gênesis
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 30 de Abril de 2021 - 16:20


Mario Bregieira fala sobre os desafios de viver Gate em Gênesis

Ator comenta bastidores da prisão do personagem, destaca o clima de união entre o elenco e a repercussão nas redes sociais

Mario Bregieira fala sobre os desafios de viver Gate em Gênesis

Na quinta fase da superprodução Gênesis, a prisão do sobrinho de Abrão (Zécarlos Machado) teve grande repercussão e o público chegou até a pedir nas redes sociais que Gate (Mario Bregieira) fosse libertado.

Na trama, a sequência começou quando ele foi acusado de ter matado um general egípcio e acabou preso após ser reconhecido por Femi (Gabi Lopes). No julgamento realizado no Egito, Amenemhat (André Ramiro) o condenou à morte e exigiu que fosse jogado aos crocodilos. Mas, para atender um pedido de Sarai (Adriana Garambone), o faraó reduziu a pena do rapaz, que passou dois anos no calabouço.

Em entrevista ao site oficial, Mario Bregieira destaca bastidores da trama, a repercurssão do personagem e o clima de união que prevalece entre o elenco:

“A ligação do nosso núcleo foi muito intensa desde o começo. A gente se uniu como uma família e viramos amigos. Foi muito especial, pois todo mundo estava na mesma energia e tudo ajudou na hora de gravar as cenas de maior emoção, que foram as do calabouço”, disse.

Mario contou que as sequências do julgamento até a saída do calabouço foram gravadas em torno de seis diárias e não tiveram uma ordem cronológica definida.

“O maior desafio foi manter a energia e a carga dramática lá no alto durante todas as sequências do capítulo. Precisei trazer o mesmo tom em todas elas”, confessou o ator.

Para as cenas em que Gate está preso, o ator comentou que passou por um processo de caracterização que ajudou no momento da gravação.

“Foram 50 minutos para fazer a caracterização. Coloquei sujeira, aplique de barba e passaram óleo e pomada no cabelo. O personagem é solar e quando ele passa por isso vira um monstro”, ressaltou Mario.

Sobre a repercussão, Mario não escondeu a felicidade ao comentar sobre o carinho e o apoio que recebeu durante todas as cenas do personagem.

“O pessoal começou a subir a hashtag #NãoMateOGate e pedir para que ele saísse da prisão! Tinha muita gente mandando mensagem e elogiando as cenas”, disse.

O ator revela que o personagem saiu da prisão mais maduro, porém adiantou que ainda vai passar por conflitos ao longo da trama.

Para acompanhar a história de Gate na caravana de Abrão, assista à novela Gênesis de segunda a sexta às 21h, na tela da Record TV.

Aos sábados, assista no mesmo horário aos melhores momentos da trama. Você também pode assistir a todos os capítulos na íntegra e cenas extras no PlayPlus.


Mario Bregieira fala sobre os desafios de viver Gate em Gênesis
  • R7 / Foto: EDU MORAES/ RECORD TV 


reportar erro