Rede aleluia
Laísh, um exemplo de fidelidade
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 18 de Setembro de 2022 - 00:05


Laísh, um exemplo de fidelidade

Entenda o que as atitudes deste personagem revelam sobre a relação entre senhor e servo na série da Record TV

Laísh, um exemplo de fidelidade

O que significa ser um servo? A terceira temporada da série Reis, da Record TV, inspira algumas reflexões sobre essa questão por meio da história de Laísh (Thierry Figueira), que é o servo de confiança da família do rei Saul (Carlo Porto). Laísh é casado com Libi (Carol Fazu), com quem teve Darim (Vicky Valentim) e Paltiel (Fhelipe Gomes).

As famílias do rei e do servo viviam em harmonia, mas uma relação mal resolvida gerou muito sofrimento à família de Laísh: Abner (Dudu Pelizarri), comandante do exército israelense e primo do rei, se deitou com Darim sem a intenção de tomá-la como esposa. Ao descobrir a atitude da filha, o servo se decepcionou, mas esperava que o rei obrigasse Abner a se casar com a jovem, o que não ocorreu.

Laísh ainda teve de enfrentar uma dor maior depois de perder a filha de forma trágica. A catástrofe ocorreu porque Darim flagrou a feiticeira Laísa (Sthefany Brito) em práticas proibidas e, em vez de denunciá-la, se deixou seduzir pela proposta de ter seu amado aos seus pés por meio de um ritual. No entanto o feitiço virou contra a feiticeira e a jovem serva acabou morta em um ataque de um animal, provocado por um ritual e por ela ter virado as costas para o Deus de Israel. Apesar da imensa dor de perder a única filha, Laísh e sua família continuaram servindo Saul com a mesma dedicação.

Em entrevista à Folha Universal, a autora Raphaela Castro falou do contexto histórico na relação senhor e servo e explicou que, dependendo da função que o servo exercia, ele se tornava íntimo de seu senhor, pois sabia de conflitos familiares e guardava segredos. “Obviamente havia senhores que não eram bondosos e tratavam os servos somente como servos, mas não foi o caso de como esse relacionamento foi construído, pois, assim como Laísh considerava Saul, a família de Saul também tinha muita consideração com o servo”, disse.

Ela disse ainda que essa família de servos não se julgava inferior. “Assim como o servo dependia 100% do seu senhor, da boa vontade, das decisões e considerações dele, o senhor tinha a obrigação de cuidar dele e de ampará-lo. Então, de certa forma, um servo, ao depender do senhor, estava seguro a vida toda, assim como seus filhos, que permaneceriam de geração em geração naquela casa, razão pela qual o servo era tão interessado em ajudar o seu senhor para que ele fosse bem-sucedido”, citou.

Segundo ela, o problema com a filha revelou o caráter do servo: “apesar dessa decepção com Saul (que não obrigou Abner a se casar com Darim), Laísh permanece fiel e não se deixa levar por sua decepção. A mensagem que esse personagem passa é muito bacana: Saul errou com ele, mas ele não vai errar com Saul”.

Raphaela destacou que Laísh e sua família são pessoas justas e pacatas.

“O perfil do Laísh é de uma pessoa tranquila, observadora, que sabe de tudo o que acontece. Ele é estável e confiável, razão pela qual Saul e sua família contam com ele”, disse.

Um spoiler da série é que Laísh perceberá a ação de um espírito maligno atormentando Saul quando o rei passar por uma reviravolta. O servo também dará a solução para essa questão ao sugerir que se encontre alguém que toque harpa para acalmar o rei, momento que surge um importante personagem da história. Já o futuro do servo e de sua família está ligado ao do rei. Para saber mais, acompanhe Reis de segunda a sexta-feira, às 21h15, na Record TV.

A quem você serve?
A relação senhor e servo é usada na Bíblia para caracterizar o relacionamento entre Deus e o homem. Embora as Escrituras Sagradas afirmem que o Criador está sempre pronto para atender os que O buscam com Fé, elas também deixam claro que a principal missão humana na Terra é servir ao Senhor, que é Soberano sobre todas as coisas (Hebreus 2.8).

Em seu livro O Senhor e o Servo, o Bispo Edir Macedo explica que nos tempos remotos havia várias formas de impor a uma pessoa a condição de servo ou escravo. Entretanto ele destaca que os servos do Senhor Jesus foram comprados por Seu sangue: “o sangue do Senhor Jesus foi, portanto, o alto preço pago por Ele para nos tirar da condição de escravos do inferno, dando-nos a futura condição de reis e sacerdotes para Deus”.

O Bispo enfatiza ainda que o prazer do servo bom e fiel é servir cada vez mais e melhor, não por interesses escusos, mas porque tem o mesmo Espírito dAquele que o serviu primeiro: o Senhor Jesus.


Laísh, um exemplo de fidelidade
  • Kelly Lopes / Foto: divulgação 


reportar erro