Rede aleluia

Notícias | 8 de agosto de 2016 - 03:02


Funcionária sofre racismo por gerente de loja

Será que Deus valoriza a cor da pele das pessoas?

Uma funcionária está limpando o balcão de uma lanchonete, enquanto a gerente tira uma foto e posta em uma rede social com a legenda: “Protagonista da novela Escravasaura (sic)”.

Infelizmente, é muito comum encontrarmos na sociedade – às vezes por meio das redes sociais – episódios de racismo, como o narrado acima.

O caso foi registrado por Rosilene Medeiros, a funcionária, em uma delegacia na zona norte do Rio de Janeiro, capital. Rosilene disse que não havia autorizado a publicação da foto.

A jovem, que trabalhava como caixa, conta que precisou pedir demissão, porque, depois da queixa, sofreu perseguição da gerente, que a tratava com deboche.

Conforme divulgou a Rede Record, a gerente e o dono do comércio prestaram esclarecimentos junto às autoridades e disseram não ter havido ofensa na postagem.

As cores da pele

A cor da pele de uma pessoa é determinada por um pigmento chamado Melanina, produzido pela célula Melanócito.

Esse pigmento serve para proteger o nosso corpo da forte exposição aos raios de sol.

As pessoas de pele clara possuem menos Melanina e, por isso, estão mais expostas aos riscos de saúde provocados pelo sol.

Basicamente, é por esse motivo que algumas regiões do planeta possuem pessoas de pele mais clara e, em outros lugares, pessoas de pele mais escura.

É uma questão de adaptação ao clima de cada região do planeta.

E o que Deus vê nas pessoas?

Porém, no sentido espiritual, a cor da pele de uma pessoa não importa. Como observa o bispo Edir Macedo, em esclarecimento a um internauta por meio de sua página pessoal do Facebook.

“O mais importante é que para com Deus não há negro, branco, macho, fêmea, criança, jovem, velho, etc… Para Deus todos os seres humanos são almas carentes de Salvação. Jesus veio para salvar almas. Alma não tem sexo, cor, idade, nada…”, escreve o bispo.

Portanto, Deus deseja o melhor para todos aqueles que decidem segui-lo, praticando e ouvindo as orientações dEle para a humanidade.

Como registra a Bíblia: “Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis.” Tiago 2.8

Se você deseja se aproximar de Deus e ouvir o que Ele tem para lhe dizer, participe ainda hoje de um encontro espiritual em uma Universal mais próxima de sua casa. Veja o endereço aqui.


  • Por Daniel Cruz / Foto: Reprodução 



reportar erro