Rede aleluia
Fogueira Santa: “Quando honramos o Altar, Deus muda a nossa vida”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de julho de 2020 - 02:13


Fogueira Santa: “Quando honramos o Altar, Deus muda a nossa vida”

Maria Aparecida não acreditava que poderia ser feliz, mas ao participar da Fogueira Santa, esse pensamento mudou. Saiba mais

Fogueira Santa: “Quando honramos o Altar, Deus muda a nossa vida”

Maria Aparecida nasceu em um lar destruído pelos vícios, brigas e violência, até que uma palavra negativa do próprio pai gerou uma enorme mágoa e ele se tornou um inimigo para ela. Após, ela resolveu sair de casa.

“Uma vez, ele me olhou e disse que eu deveria ter morrido na barriga da minha mãe. No momento em que ele falou isso, entrou uma mágoa muito grande, que eu passei a ser uma pessoa triste e não aguentava mais ficar dentro daquele lar”, disse.

Aparecida conheceu um rapaz e após um mês de namoro foi pedida em casamento. Então, ela viu uma oportunidade para ficar longe do pai. “Porém, fiquei apenas um ano casada, pois havia muitas brigas, intrigas e ciúmes. Então, me divorciei. Depois disto, fiquei destruída sentimentalmente”, lembra.

A jovem estava desacreditada da vida, quando conheceu um outro rapaz, que a convidou para participar de uma reunião na Universal. Após aceitar, garante, ela viu sua vida mudar por completo. “Quando honramos o Altar, Deus muda a nossa vida”, diz.

Assista ao vídeo abaixo e saiba o que aconteceu com ela após esse episódio:

Participe da oração da meia-noite

De segunda a sexta, a partir das 23h30, o Bispo Renato Cardoso, ao lado de outros bispos e pastores, está realizando a oração da meia-noite, diretamente dos estúdios do Templo de Salomão, em São Paulo. Você pode acompanhar pela TV UniversalUniver VídeoRede Aleluia de rádio, pelos canais de televisão 21, CNT e Rede Família, além das redes sociais da Igreja (Facebook Youtube). Não perca.


Fogueira Santa: “Quando honramos o Altar, Deus muda a nossa vida”
  • Sabrina Marques/ Foto: Reprodução 


reportar erro