Rede aleluia
Filme “Os 10 Mandamentos” conquista o mundo
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de novembro de 2017 - 02:05


Filme “Os 10 Mandamentos” conquista o mundo

A produção já foi exibida em 30 países. A marca foi alcançada no México

Filme “Os 10 Mandamentos” conquista o mundo

O filme “Os 10 Mandamentos” foi um sucesso absoluto em solo brasileiro. Com 11,2 milhões de ingressos vendidos, ocupou o primeiro lugar em recorde de vendas, ultrapassando “Tropa de Elite 2”. E não demorou para que a trama se espalhasse pelo mundo: no último dia 27 de outubro, a obra cinematográfica estreou no México e alcançou a marca de 30 países onde foi exibido.

Veja abaixo o momento em que a atriz Gisele Itié – que interpreta Zípora – chegou no aeroporto mexicano e é recebida com carinho pelos fãs:

América Latina

Só no mês de outubro, o longa já foi visto pela população da Guatemala, Nicarágua, Panamá (ao lado), Costa Rica, Honduras, Curaçao, Aruba, República Dominicana, Antígua e Barbados, Trinidad e Tobago, Santa Lúcia, Ilhas Virgens Americanas, Ilha de São Cristóvão, na América Central. Já na América do Sul, entrou em cartaz em Guiana, Paraguai, Colômbia, Peru e Equador. Neste último país, na cidade de Guayaquil, o filme realizou o feito de reunir 400 alunos do colégio Ciência e Fé para lotar três salas de cinema.

A exibição em todos esses países, juntos, deve reunir 235 mil espectadores.

Mas não é só no Brasil que o longa bate recordes. Na Argentina, por exemplo, ele também foi o filme brasileiro mais visto no país, sendo assistido por 450 mil pessoas. Até então, o primeiro lugar pertencia ao filme “Cidade de Deus, com 90 mil espectadores.

Diante de todos esses números, não é de se estranhar que em 2016 ele tenha sido o filme mais visto em toda América Latina. Veja abaixo na reportagem exibida no “Jornal da Record”:

Além das Américas

Na África, o filme também liderou o ranking de bilheteria, com 200 mil espectadores em Angola e 100 mil em Moçambique. Veja abaixo a matéria do “Fala Brasil” sobre a estreia em Moçambique:

A produção também alcançou grande público em Portugal e na Coreia do Sul. Mas ainda tem mais por vir: a estreia nos Estados Unidos e em El Salvador está prevista para janeiro de 2018.

Mais do que entretenimento

E não foi só a superprodução e efeitos especiais que conquistaram a admiração dos fãs. A história é envolvente e transmite mensagens sobre fé, esperança, superação e perseverança. Além disso, todos podem assistir: crianças, jovens e adultos.

Uma das pessoas impactadas pelos ensinamentos da trama foi o argentino Ezequiel Galarza que, ao acompanhar a novela “Os 10 Mandamentos”, encontrou um sentido para sua vida. Antes, tinha uma vida noturna em que foi apresentado ao mundo das drogas. Com uma sequência de infelicidades, chegou até a pensar em suicídio. Mas por meio da história exibida entendeu que seu sofrimento tinha uma saída. Veja o seu relato no vídeo abaixo:

Gostou? Compartilhe nas redes sociais!


Filme “Os 10 Mandamentos” conquista o mundo
  • Por Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro