Rede aleluia
“Eu achava que não tinha sido escolhida para o amor”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de Outubro de 2021 - 23:39


“Eu achava que não tinha sido escolhida para o amor”

Mas, tudo mudou quando Luciana conheceu Eduardo, na Terapia do Amor. Saiba mais

“Eu achava que não tinha sido escolhida para o amor”

Quem nunca sonhou em viver um conto de fadas no relacionamento? Sabe aquele que termina com a frase: “Felizes para sempre”? Pois é… o que muitos não sabem é que este tipo de relacionamento de filmes está bem longe da vida real.

Luciana era exatamente assim: a jovem sempre buscou uma pessoa igual a dos filmes que assistia, inclusive, ela chegou a se relacionar, idealizou o casamento perfeito, família e filhos. Mas os sentimentos do seu parceiro não eram recíprocos. E ela, obviamente, se decepcionou.

“O meu relacionamento acabou e com ele a minha autoestima [também]. Fiquei depressiva, eu achava que não tinha sido escolhida para o amor”, lembra.

Em outra parte da cidade de São Paulo estava Eduardo, um rapaz que apostou em um casamento, mas que, também, acabou fracassando.

Luciana e Eduardo já conheciam as palestras da Terapia do Amor e, então, eles resolveram participar dos encontros. E foi lá, também, que eles se conheceram. Tempos depois, já curados das feridas, surgiu o interesse mútuo. Eles namoraram, noivaram e casaram! Hoje vivem a realidade das promessas de Deus para a vida a dois.

Assista ao vídeo abaixo e saiba como foi este encontro:

Terapia do Amor

A Terapia do Amor acontece às quintas-feiras, no Templo de Salomãoàs 10h, 15h e às 20h. Para saber o horário e endereço em outras localidades clique aqui.

A reunião das 20h, especialmente, será transmitida ao vivo, direto do Templo de Salomão, pelo Univer Vídeo.


“Eu achava que não tinha sido escolhida para o amor”
  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro