Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de agosto de 2018 - 00:05


Espírito Santo: a riqueza incalculável e invisível

Nem todo o dinheiro desse mundo poderia comprá-la. Entenda por que

Durante a Palavra Amiga transmitida, recentemente, pela Rede Aleluia, o Bispo Edir Macedo falou sobre a diferença dos nascidos da carne e dos nascidos do Espírito e da necessidade de nos voltarmos para Deus para que Ele também Se volte para nós.
“Deus é pai, e como pai quer o melhor para os Seus filhos. Só que nem sempre os filhos querem aceitar as Suas regras, Suas leis, Seus mandamentos e obedecê-Los. Por isso, fica difícil o relacionamento entre Deus e as pessoas”, destacou o Bispo.
Ele citou o exemplo de Nicodemos, que era um homem de caráter, extremamente religioso e fiel à sua religião, mas era sincero e desejava conhecer o Senhor Jesus, por isso foi ao Seu encontro.
“Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.” Mateus 2.5,6
Nicodemos era nascido da carne, assim como todo ser humano, com exceção de Adão e Eva que foram criados por Deus, e do Senhor Jesus que foi gerado pelo Espírito Santo, por isso, tinha duas naturezas: a humana (pura) e a Divina, explicou o Bispo Macedo. “Vemos aí a diferença entre o nascimento do primeiro Adão e o nascimento do segundo Adão, que é Jesus”, esclareceu.
Quando a pessoa é batizada com o Espírito Santo, ela é gerada por Ele, ou seja, nasce do Espírito e, assim como Jesus, passa a ter as duas naturezas: a humana e a Divina.
“Isso é muito glorioso. Como pode uma pessoa nascer do Espírito sendo pecadora? É a misericórdia de Deus que faz isso, é o batismo no Espírito Santo que faz isso”, ressaltou o Bispo Macedo.
Daí a importância do Jejum de Daniel: para que a pessoa receba o Espírito Santo e entenda o que é ser Espírito, o que é ter a natureza Divina. “Quando a pessoa nasce do Espírito Santo, ela tem condições de perdoar, de dar a outra face, andar a segunda milha, ela tem até condições de orar pelos seus inimigos. Enfim, ela tem todas as condições que teve Jesus, que enfrentou os Seus acusadores de forma espiritual, não da forma como eles O acusavam”, destacou.
Somente aqueles que nasceram do Espírito têm a paz de Deus dentro de si. Os nascidos da carne são envolvidos pela dúvida, pelo medo, pela angústia, a tristeza e a depressão. Mas os nascidos do Espírito têm uma vida diferenciada.
Aproveite esse Jejum de Daniel para focar exclusivamente na sua vida espiritual e buscar Aquele que pode lhe proporcionar a verdadeira felicidade, porque sem o Espírito de Deus é impossível ser feliz.
“Você pode ter todo o dinheiro do mundo, mas ele só pode dar a você conforto material. Ele não compra felicidade, não compra um casamento feliz, o amor, a paz. O Espírito Santo é a riqueza incalculável e invisível que o Pai nos dá por meio da nossa fé no Senhor Jesus”, acrescentou o Bispo.


  • Jeane Vidal / Foto: iStock 


reportar erro