Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de outubro de 2019 - 10:39


Ele tinha tudo e, ao mesmo tempo, não tinha nada

Carlos Alberto desfrutava de uma vida dos sonhos para qualquer adolescente, mas no seu íntimo, tudo lhe faltava. Entenda a razão

Quem seria capaz de convencer um jovem a largar as drogas, festas e a rotina desregrada? Além disso, fazê-lo mudar, radicalmente, seu estilo de vida? Mesmo com os esforços dos pais, da família ou amigos, esta é uma missão aparentemente impossível para a capacidade humana.

Mas, para o Senhor Jesus tudo é possível. Prova disso é o que Ele fez na vida de Carlos Alberto, de 23 anos. Apesar de conhecer a Palavra desde a infância, na adolescência, ele não seguiu nestes passos.

“Aos 13 anos, tive a minha primeira experiência com o álcool e a partir dos 15 comecei a usar outras drogas. Comecei a não ter limites. Fazia o que queria, ia a vários tipos de festa, ficava com várias mulheres”, conta.

Vida de aparência 

Carlos tinha o que grande parte dos jovens – que não conhece ainda a Verdade – deseja: amigos, mulheres, dinheiro, liberdade. Mas, apesar de ter isso tudo, ele continuava insatisfeito.

“Dentro de mim ainda faltava algo”, revela.

O jovem também tinha problemas para dormir, medo de ficar sozinho, inclusive, precisava se drogar para pegar no sono.

Enquanto isso, a mãe buscava pela sua transformação na Universal. E foi dentro de uma balada que o jovem percebeu Deus falar com ele. “Olhei aquela festa e tive certeza de que ali não era lugar para mim. Decidi que mudaria a minha vida e fiz uma escolha radical: fui morar com o meu pai, que vivia nos Estados Unidos. Cheguei ali num domingo e a primeira coisa que fiz foi participar de uma reunião na Igreja”, diz.

Carlos estava decidido e começou a moldar seu caráter. Não seria mais o mesmo homem e sua atitude provocou uma reação nos céus.

Assista o vídeo abaixo e veja como sua história termina:

Não existe caso perdido para o Altíssimo e se você deseja ver o mesmo em sua vida, vá à Universal mais próxima de sua casa.

Caso esteja em São Paulo, participe no Templo de Salomão, localizado na Avenida Celso Garcia, 605, Brás, zona leste.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Reprodução 


reportar erro