Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de abril de 2018 - 03:05


“Ele está se divorciando. É pecado ficarmos juntos?”

Veja o que Renato e Cristiane Cardoso aconselharam

Uma aluna questiona que passo deve dar quanto ao seu relacionamento cheio de conflitos e indecisões. Ela se envolveu com um homem casado e pergunta se é errado prosseguir com a relação, já que ele está em processo de divórcio. Confira a seguir o que os professores Renato e Cristiane Cardoso recomendaram a ela.

Aluna – Há quatro meses, me relaciono com um homem casado. Eu sabia disso, mas decidi continuar com ele porque ele falou que já estava para se separar da esposa, com o divórcio em andamento, e que seu casamento não ia bem. Nos conhecemos há quatro anos, tentamos ter um relacionamento sério, mas ele tinha acabado de sair de um noivado com a atual esposa e não deu certo, mas ele voltou para ela e se casou. Nesse período, ele sempre me mandou mensagens, mas, por medo, eu não quis ficar com ele. A esposa dele não aceita muito bem a separação, pois desconfia que já estávamos juntos quando ele tomou essa decisão. Ele veio à minha casa, conversou com os meus pais e estamos acertando tudo para nos casarmos. É pecado ele ficar comigo, já que está em processo de separação? O que devo fazer?

Renato – Presumo que você vá a uma igreja, já que, aparentemente, está preocupada por estar em pecado pelo envolvimento com ele. Sendo direto: você já está em pecado faz tempo. Caso oficialize esse pecado, ele vai ser ainda maior do que já é.

Cristiane – Aluna, você começou a conversar com ele quando ele tinha acabado de sair de um noivado. Todo mundo sabe, até os filmes que normalmente passam lições erradas mostram isso, que quem sai de um relacionamento e entra em outro não está preparado para se relacionar novamente. Você não deu valor a esse grande detalhe e obviamente percebeu que errou ao saber que ele voltou para a noiva e ainda se casou com ela. Lá atrás, ele já mostrou que é um homem indefinido e provavelmente a razão dessa indecisão quanto ao atual casamento é você. Qualquer esposa deste planeta, sabendo que o marido a traiu quando ainda eram noivos e que ainda mantém contato com essa mulher, não aceitaria essa situação. Você diz que a esposa dele não aceita o término do relacionamento. Pelo amor de Deus, é claro que ela não aceita. Você se envolveu com um homem casado. Se o casamento dele estava bem ou não, não interessa a você. Você devia ter vergonha na cara. Esse papo de feminismo, de mulheres defenderem as outras mulheres, levantarem bandeiras e fazerem filmes de heroínas, parece não adiantar nada. As mulheres têm sido as piores inimigas umas das outras. Muitas, quando assediadas, não têm capacidade de chegar para o homem comprometido e dizer não, falar que não gostam que um homem aja assim com elas e que não aceitam que ele faça isso com a esposa.

Renato – É claro que a culpa não é exclusivamente sua. Ele não é flor que se cheire. Foi desonesto com a esposa todos esses anos, roubou um tempo da vida dela que ela não terá mais de volta, sem contar o roubo emocional. Aluna, a vida é sua e você faz o que quiser dela. Mas como nos fez uma pergunta, e nosso compromisso é falar a verdade, o que temos a lhe dizer é que você está cometendo um grande erro, além dos muitos outros que já cometeu. Eu suspeito que, na sua cabeça, você imagina que ele descobriu que o casamento foi um erro e que a ama de verdade. No entanto, isso não é real e não adianta romantizar essa história. Quando estiverem casados, você não conseguirá confiar nesse homem nem ele em você porque os dois foram infiéis. Outra coisa que me chamou atenção foi o fato de você ter levado esse “namorido” à casa dos seus pais. Eu não posso acreditar que eles estejam apoiando essa união, a não ser que não conheçam a verdadeira história.

Cristiane – Aluna, sinceramente, se você disse que não quer pecar, saiba que, além de já estar em pecado, você não deve fazer com a esposa dele o que não gostaria que fizessem com você.


  • Por Flavia Francellino/ Foto: Fotolia  


reportar erro