Rede aleluia
E se hoje for seu último dia?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de Setembro de 2017 - 03:05


E se hoje for seu último dia?

Você está preparado?

E se hoje for seu último dia?

As pessoas de modo geral se preparam para tudo: para ingressarem na universidade, para se casarem, terem filhos, abrirem o próprio negócio, viajarem, comprarem um imóvel, um automóvel, etc.

Curiosamente, a lista só tem coisas boas. Isso porque todos, indistintamente, só projetam para si coisas boas, o que – obviamente – é natural.

Mas se pararmos para analisar, se adotarmos essa postura excessivamente otimista para a nossa vida, corremos um risco muito grande de sucumbirmos diante das adversidades. Por isso, é preciso, sim, também estar preparado para elas. Não é o que desejamos, mas as perdas, assim como as conquistas, fazem parte da vida.

Daí a importância do batismo com o Espírito Santo, pois é Ele quem nos sustenta e nos dá forças para atravessar os desertos.

O bispo Sérgio Correa, responsável pelos obreiros no Brasil, destaca que devemos estar prontos também para receber más notícias e a melhor maneira de fazer isso é mantendo a comunhão com Deus, alimentando-se espiritualmente, por meio da meditação na Palavra de Deus, orações, jejuns e participando das reuniões de membro.

“Será que você está pronto para receber uma notícia desagradável?”, questiona o bispo.

Não são poucos os que um dia estiveram na presença de Deus e hoje não estão mais, pois, por não estarem fortes espiritualmente, por não terem priorizado o Espírito Santo, não suportaram quando veio o dia mau.

Enquanto tudo estava bem, eles permaneceram firmes, mas quando lhes sobrevieram os problemas – a morte de um ente querido, o desemprego, o divórcio, a enfermidade, etc – se deixaram abater e abandonaram a fé, quando era justamente o momento de usá-la para superar e vencer.

“Quanto estamos em comunhão íntima com o Espírito Santo estamos sempre preparados para o que der e vier”, ressalta o bispo. Isso inclui a morte – a sua própria – ou a de um ente querido.

Você está pronto? “Só está pronto quem está em comunhão com Deus”, observa o bispo.

Para alimentar o seu espírito e desenvolver essa intimidade com Deus, participe todas as quartas-feiras da Noite da Salvação e, aos domingos, da reunião do Encontro com Deus. No Templo de Salomão ou em uma Universal mais próxima de sua casa. Consulte aqui os endereços.


E se hoje for seu último dia?
  • Por Jeane Vidal / Foto: Thinkstock 


reportar erro