Rede aleluia
‘Dia do amor ao próximo’ estimula boas ações em favor de grupos fragilizados
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de Novembro de 2021 - 16:12


‘Dia do amor ao próximo’ estimula boas ações em favor de grupos fragilizados

Voluntários ofereceram apoio a adolescentes apreendidos, crianças e jovens abrigados e mulheres protegidas em casas de acolhimento.

‘Dia do amor ao próximo’ estimula boas ações em favor de grupos fragilizados

Com o objetivo de estimular a prática de boas ações em favor de quem mais precisa, no último domingo (21), o programa social Universal Socioeducativo (USE) promoveu o “Dia do amor ao próximo”. O evento ocorreu em 204 cidades pelo Brasil e beneficiou 8,5 mil pessoas pertencentes a segmentos fragilizados, como adolescentes apreendidos, crianças e jovens abrigados e mulheres protegidas em casas de acolhimento.

Uma das jovens que foi ajudada graças às boas ações do USE, é Rayane Karla Araújo de Lucena. Atualmente, ela é voluntária do programa social.

“Eu era uma pessoa triste, angustiada, tinha ódio dos meus pais. Eu estava vazia e não tinha vontade de viver. Quando conheci o Socioeducativo, a primeira coisa que aprendi foi a perdoar”, relata Rayane. “Perdoei meus pais, me perdoei, me livrei daqueles maus pensamentos. Hoje, estou livre, amo os meus pais, os respeito e tenho uma vida nova. Visito abrigos de menores, fazendo uma boa ação a quem está precisando de uma palavra de ânimo e de momentos de felicidade. Cada tarde com essas crianças é muito especial.”

Durante o “Dia do amor ao próximo”, cerca de 6,8 mil voluntários do USE proporcionaram, gratuitamente, diversos serviços, como atendimentos jurídico, manicure e palestras sobre saúde e bem-estar. Também distribuíram cestas básicas, livros, brinquedos e ofereceram lanches. Os eventos ocorreram em unidades socioeducativas, em 154 abrigos para crianças e adolescentes e em 85 Centros Especializados de Atendimento à Mulher. Todos os protocolos sanitários foram observados.

“Com tanta falta de amor e de cuidado no mundo, nós escolhemos esse dia para mostrar que o projeto Universal no Socioeducativo também é amor”, explica o responsável pelo programa social no Brasil, Ulisses Gomes. “É o amor ao próximo que também nos motiva a levar para esses jovens e adolescentes que já estiveram em conflito com a lei, a mensagem de que eles não estão sozinhos.”

Criado em 1988 pela Igreja Universal do Reino de Deus, o Universal Socioeducativo beneficiou 364 mil pessoas no ano passado.


‘Dia do amor ao próximo’ estimula boas ações em favor de grupos fragilizados
  • Unicom / Fotos: cedidas 


reportar erro