Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de maio de 2018 - 03:05


Curso de reciclagem de pneus é lançado em presídio de Valença, na Bahia

Grupo UNP é o responsável pela parceria. Saiba mais

Em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente de Valença, cidade do litoral sul da Bahia, e a vereadora Lorena Mercês, o grupo Universal nos Presídios (UNP) do estado lançou no domingo, 6 de maio, o curso “Reciclagem de Pneus”, que será ministrado aos internos do Conjunto Penal da cidade.

O projeto visa contribuir para a ressocialização dos internos, utilizando o tempo ocioso para a conquista de novos aprendizados.

Sem o devido cuidado no armazenamento, pneus velhos podem se transformar em foco de proliferação do mosquito da dengue, oferecendo diversos riscos para a população. A UNP da Bahia também se preocupa com a ecologia e trabalha a favor do meio ambiente. Com esse projeto, todos ganham.

Para o Secretário de Meio Ambiente, Marcelo Borges, essa iniciativa contribuirá para toda a sociedade. “Nós estamos recolhendo das casas e matagais todos os pneus inutilizáveis e trazendo para o presídio. Com eles, serão produzidos pufes, centros de mesa, guarda objetos. E, além disso, os internos já sairão daqui com um aprendizado para colocar em prática lá fora e ter uma profissão”.

Para o Pastor Marcio Silva, atual responsável pelo grupo do UNP no estado, o maior objetivo desse trabalho é devolver o interno à sociedade completamente transformado. “Nós chegamos aqui com a missão de buscar parceiros para contribuírem com esse projeto. Não adianta apenas prender, pois após cumprirem a sua pena, esses presos acabam saindo do mesmo jeito. Mas, quando há pessoas que, assim como nós, acreditam na ressocialização, esses internos sairão daqui com suas vidas completamente mudadas”.

Se você deseja conhecer mais sobre o trabalho no UNP pelo Brasil e pelo mundo, clique aqui e acesse a página oficial no Facebook.

Se deseja fazer parte deste grupo, procure a Universal mais próxima de sua casa e se informe.


  • Da Redação / Fotos: Cedidas 


reportar erro