Rede aleluia
Cruz Vermelha agradece participação da FJU do Japão em campanha de doação de sangue 
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de Abril de 2021 - 17:05


Cruz Vermelha agradece participação da FJU do Japão em campanha de doação de sangue 

Pandemia diminuiu número de doadores e afetou estoque de hemoderivados para atender hospitais

Cruz Vermelha agradece participação da FJU do Japão em campanha de doação de sangue 

No último domingo (25), voluntários da Força Jovem Universal (FJU) do Japão se engajaram em uma campanha da Cruz Vermelha local para ajudar a recompor os estoques dos bancos de sangue das cidades de Hamamatsu e Kariya.

Com o recente agravamento da pandemia da covid-19 no país, muitos doadores deixaram de comparecer com receio do contágio pela doença.

Outro fator que dificulta a quantidade de doações de sangue é o grande número de idosos na população japonesa. A proporção de maiores de 65 anos no país asiático é de 28,4%, a maior do mundo segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

“A situação não está fácil nos hospitais. Houve uma diminuição nas doações. Buscamos incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo”, explica João Alberto, responsável pela Força Jovem Universal no Japão. “Saber que vidas serão salvas com esta iniciativa, é gratificante.”

O Coordenador da Cruz Vermelha de Hamamatsu, Takeuchi Noriyasu, agradeceu o engajamento da FJU na campanha. “Agora, com a disseminação do coronavírus, o número de doadores de sangue diminuiu muito, comparado ao ano passado”.

“Neste momento em que mais precisamos de doadores, a FJU colaborou para que possamos ajudar o maior número de pessoas possível, uma atitude que nos auxiliou muito. Vi na FJU do Japão um lugar onde os jovens devem estar”, acrescentou.

A força dos jovens 

A Força Jovem Universal é um programa social mantido pela Igreja Universal do Reino de Deus desde 1977. É formado por um grupo de jovens voluntários que tem por objetivo ajudar outros adolescentes sem perspectiva de vida.

A FJU está presente em países das Américas, da Europa, da África, da Oceania e da Ásia.

Em 2020, foram 2,1 milhões de beneficiários pelas iniciativas da FJU, graças ao apoio de 149 mil voluntários.


Cruz Vermelha agradece participação da FJU do Japão em campanha de doação de sangue 
  • Unicom / Foto: 


reportar erro