Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de fevereiro de 2020 - 13:04


Como ser feliz no amor na terceira idade

Norma e Geovani, personagens da trama "Amor sem Igual", conversam sobre relacionamento nessa fase da vida. Saiba mais

Seja por ter vindo de um longo período de viuvez ou de um relacionamento que culminou no divórcio. Ou, até mesmo por namoros frustrados e solteirice convicta. Muitos homens e mulheres chegam à terceira idade – período que se inicia aos 65 anos – achando que não têm mais o direito de ser feliz no amor. Que o tempo – para isso – já passou.

E se não bastassem os entraves colocados pela própria pessoa, ainda tem o preconceito de pensar que é inadequado pessoas nessa idade viverem um romance.

Na novela Amor Sem Igual, a personagem Norma ficou viúva e, pouco tempo depois, perdeu a filha. Mas ela encontrou na criação dos netos uma razão para se manter firme diante de tantas perdas. Contudo, quando eles cresceram, Norma passou a se sentir só e, como solução, mudou-se para uma casa de idosos, onde conheceu Geovani.

A amizade transformou-se em um grande amor, mas o receio de viver esse romance fez Geovani ter medo de se declarar. Porém, o medo e o preconceito foram eliminados após uma conversa sincera com Norma, que se mostra aberta para viver um grande amor.

Assista no vídeo abaixo:

Há uma idade certa para arrumar alguém?

Muitos acham, a exemplo do personagem Geovani, que já passaram da idade de encontrar alguém, e nutrem até um certo preconceito com relação a iniciar um relacionamento nesta fase da vida. Durante o programa Escola do Amor Responde, Renato e Cristiane Cardoso destacaram que o problema não é a idade, e sim, a maneira como a pessoa se enxerga.

Cristiane explica que o espírito da pessoa é quem determina o que ela conquista ou não, e isso vale também para a vida amorosa. “Se ela pensa que já passou da idade, que isso não é mais para ela,  de fato, terá muitas dificuldades em encontrar alguém. Agora, se dentro de si há um espírito jovem, que olha para frente e pensa que ainda pode ser feliz no amor, conhecer uma pessoa e ter uma família, aí um relacionamento será possível”, exemplifica a apresentadora.

Renato Cardoso destaca que a idade não condiciona alguém à solidão, mas o posicionamento dela diante da vida.

“Quando a pessoa se posiciona da maneira certa, no lugar certo, facilita oportunidades e cria vantagens para a sua vida. E o contrário também é verdade: quando ela se posiciona da maneira errada e na hora errada, dificulta e atrasa vida, criando desvantagens e perdendo oportunidades”.

Os professores alertam que quando a pessoa coloca a idade como empecilho para a felicidade amorosa, já mostra que está se posicionando da maneira errada diante de si mesmo. Em vez disso, poderia tirar proveito, afinal, agora possui mais experiência (coisa que só vem com o passar dos anos).

E é com foco nos aspectos positivos que a pessoa deve se posicionar fazendo um bom marketing pessoal, explica o Bispo Renato. Mesmo sabendo que seu produto tem o lado positivo e o lado negativo, as empresas não falam do lado negativo deles, mas focam nos aspectos positivos porque acreditam em seus produtos. De igual modo, quem quer ser feliz no amor, independentemente de sua idade, deve posicionar-se.

“Primeiro você tem que se escolher para que alguém lhe escolha. Tem que gostar de si mesmo(a) e ver o próprio potencial. Claro, todo mundo erra, mas olhe para o seu lado positivo. Há muitas coisas positivas acumuladas ao longo de todos os anos vividos”, reitera o Bispo.

Sempre é tempo de aprender

Em um outro momento da novela, Norma conversa com sua neta, Fernanda, e a orienta sobre a importância de conversar a respeito de pontos que podem ser um problema no namoro. Utilizando o livro Namoro Blindado, dos apresentadores Renato e Cristiane Cardoso, ela argumenta que, mesmo em gerações diferentes, as dificuldades no relacionamento exigem aprendizado, não importando a idade. Inclusive, ela, se sente, sim, preparada para amar outra vez, causando surpresa na neta.

A personagem, então, presenteia a neta, Fernanda, com um exemplar do livro Namoro Blindado.

Reveja a cena no vídeo abaixo:

Amor também se aprende

O livro Namoro Blindado é para quem quer ser feliz na vida amorosa, e está cansado de fazer escolhas erradas, independentemente da idade ou se já está ou não em um relacionamento. Para adquiri-lo, acesse o site  namoroblindado.com.

A novela Amor Sem Igual tem mostrado, diariamente, diferentes tipos de relacionamentos e levado o telespectador a importantes reflexões.

Não perca: ela vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 20h30, pela Record TV.

Caso queira mais informações sobre a trama, rever as cenas mais importantes ou conhecer os personagens, clique aqui.

Terapia do Amor

Na Universal, acontece todas quintas-feiras, uma palestra especial voltada para quem quer ser feliz na vida amorosa. Trata-se da Terapia do Amor, todas as quintas-feiras, na Universal.

Nelas, casados e solteiros aprendem sobre o amor inteligente.

Em São Paulo, as palestras acontecem no Templo de Salomão, localizado na Avenida Celso Garcia 605, zona leste da capital paulista, às 10h, 15h e 20h.

Acesse aqui para consultar o horário e endereço das palestras em outras localidades.

 


  • Núbia Onara / Foto: Reprodução / Getty Images 


reportar erro