Rede aleluia
Como se sair bem na entrevista de emprego e garantir a vaga?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de Outubro de 2021 - 00:05


Como se sair bem na entrevista de emprego e garantir a vaga?

Aprenda a causar uma boa impressão e a alcançar a excelência

Como se sair bem na entrevista de emprego e garantir a vaga?

Para ter sucesso em uma entrevista de emprego você precisa se apresentar de maneira adequada, estruturar sua fala e, principalmente, estar preparado para responder às mais variadas perguntas.

Quais são seus pontos fortes e fracos? Por que você foi demitido ou por que quer sair da atual empresa? Estas são apenas algumas questões que costumam gerar nervosismo e desclassificar candidatos nos processos seletivos. Mas o que será que o selecionador espera ouvir do profissional? Existe resposta certa para perguntas que muitas vezes parecem até uma pegadinha?

A gerente de gestão de pessoas da Crowe Horwath, Rosana Daniele Marques, afirma que não existe uma fórmula mágica para ter êxito em uma entrevista de emprego, mas há um padrão que se repete na maioria delas e que conhecê-lo e estar preparado para ele fará toda a diferença. “Para se sair bem em uma entrevista de emprego você precisa buscar se conhecer profundamente e também os detalhes da vaga à qual está concorrendo, além de trabalhar sua mentalidade. As perguntas basicamente são as cartesianas, ou seja, as tradicionais ou as de cunho comportamental, e normalmente se mesclam em uma entrevista”, diz.

Rosana destaca que a melhor forma de se preparar para essas perguntas é gerar uma narrativa própria, uma espécie de autobiografia profissional e pessoal, que, quando comunicada, vá ao encontro da necessidade da empresa, ou seja, faça sentido para ela. “Por exemplo, se você trabalhava na área comercial no início de sua carreira e isso tem alguma relação com a descrição da vaga, vale a pena você mencioná-la, mesmo que já tenham passado alguns anos da experiência. Isso gera conexão com o que a empresa espera do profissional. Por isso é necessário entender profundamente sua trajetória profissional e quais foram os principais aprendizados, sejam eles técnicos ou comportamentais”, esclarece.

Quando o recrutador ouve suas experiências profissionais, é comum que questione as razões do da saída de empresas anteriores ou que busque sua opinião sobre o antigo empregador. Fique atento às respostas que dará, pois, segundo Rosana, a positividade é imperativa em uma entrevista. “Evite falar mal de pessoas ou das empresas, mesmo que seja para justificar seu desligamento. É preciso ter honestidade em sua resposta, mas sem demonstrar emoções negativas como vitimismo, raiva e insatisfação. Você precisa saber entender e controlar suas emoções”, aponta.

Rosana indica o caminho para falar de desligamentos e finais de ciclos: “primeiramente, contextualize o recrutador. Diga o que ocorreu depois de determinado tempo de desenvolvimento dos projetos (seja claro na explicação) e que, com isso, o ciclo foi finalizado. Evite colocar a culpa em líderes, colegas e na empresa. O recomendado que você assuma sua parcela, pois, com essa atitude, demonstrará ética e senso de responsabilidade. E mais: não se esqueça de demonstrar gratidão pela oportunidade que recebeu na antiga empresa”.

Além disso, é importante ter um currículo bem escrito, que destaque os resultados alcançados na vida profissional e, principalmente,
se mostrar autoconfiante.

Boa comunicação
Seja em uma entrevista presencial ou remota, o profissional deve se expressar de forma correta. Rosana explica que o candidato precisa entender sua história profissional e aspirações de maneira clara para trabalhar a comunicação que terá com o recrutador com o possível gestor. “Para se lembrar de seus principais resultados profissionais, pare alguns minutos pela manhã e escreva seus principais acertos e resultados profissionais e seus projetos. Isso ajuda na memorização. Não se treina no ato da entrevista. É preciso se preparar antecipadamente”, finaliza.

FÉ E EXCELÊNCIA
Além de seguir as dicas da especialista, os candidatos a um novo trabalho precisam buscar o Espírito de Excelência, pois Ele é fundamental para uma vida próspera em todas as áreas. Quer saber como alcançá-lo? “Busque o Dono de toda sabedoria”, escreveu o Bispo Edir Macedo no livro O Pão Nosso para 365 dias, ou seja, busque a Deus. Participe das reuniões que ocorrem às segundas-feiras na Universal mais próxima.


Como se sair bem na entrevista de emprego e garantir a vaga?
  • Kelly Lopes / Arte: Eder Santos / Foto: Getty images 


reportar erro